Finalmente vai iniciar o desejado Plano de Desconfinamento. Para quando? Em que moldes se desdobrará? Quando é que as escolas e os cafés reabrirão? Muita conversação!

A semana passada, foi mais um período de reconquistas, recandidaturas e muitos equívocos sobre algumas propostas autárquicas. A Iniciativa Liberal ficou sem candidato para a capital…a série “Quem Corre por Lisboa?” continuará com os seus emocionantes episódios.

Não há uma semana, que não fale de um “fantasma” novo, o desta semana foi Aníbal Cavaco Silva, que apresentou uma estranha teoria sobre “Democracia Amordaçada”, curiosamente ninguém percebeu o que queria dizer…

Indiferente aos ataques fantasmagóricos, Marcelo Rebelo de Sousa organizou a semana para brilhar quem nem uma estrela de Hollywood. Tomou posse como o 21º Presidente da República, com um discurso sólido, sincero e positivista. Abordou a importância do reforço de uma melhor democracia, a essencial continuação ao combate à COVID-19 e a valorização de uma sólida recuperação económica. “Sou o mesmo de há cinco anos”, dizia ele, que nesse mesmo dia, “voou” rapidamente para o Porto, para falar com líderes religiosos e com moradores de um bairro, onde falou sobre a esperança e os verdadeiros valores democráticos.

Ventura mostrou o seu característico orgulho pomposo, ao vincar a sua liderança interna no Chega. Tardou a publicação dos resultados das eleições internas…mais estranho é que dos 15 mil militantes, só 3317 votaram. Ventura não está preocupado com a sua liderança, mas terá que ter cuidado é com o “detetive” Ferro Rodrigues que quer questionar a constitucionalidade do seu partido, a perseguição continua.

Nelson Maia, Março 2021

Pin It