O Dia Mundial da Terceira Idade ocorreu no passado dia 28 de outubro, com o objetivo de sensibilizar a população para a situação económica e social da população idosa.

É de esperar que um concelho vanguardista, atento às questões ambientais, e, interessado no desenvolvimento das atividades desportivas e de lazer, tenha nos seus habitantes a maior das preocupações.

Num ano civil diferente não é de esperar um ano letivo comum. Os alunos já se habituaram a que o ano letivo anterior terminasse de uma forma tudo menos normal com aulas online, tarefas e provas de avaliação à distância e com os professores do outro lado do ecrã. Foi um ano letivo difícil que colocou à prova todo o sistema de ensino, mas também toda a estrutura que acompanha o aluno para além das paredes de uma escola: quantas vezes os alunos começaram a chorar porque não compreenderam a matéria? quantas vezes os pais perderam a paciência com os filhos pois não sabiam como os ajudar a realizar os trabalhos de casa? quantas vezes as crianças se sentiram perdidas, com saudades dos seus colegas e da escola? quantos jovens em vias de realizar os exames nacionais sentiram o seu futuro ameaçado pela ausência das aulas presenciais?