No passado dia 21 de setembro foi finalmente inaugurada na freguesia de que tenho a honra de ser Presidente da Junta, uma obra pela qual muito batalhei e da qual muito me orgulho: o Parque Urbano de Cete.

E digo finalmente, porque os Cetenses já podiam estar a beneficiar deste espaço há muito tempo. Isso se os governantes do nosso concelho se tivessem empenhado na realização desta obra tanto quanto a Junta de Freguesia de Cete.

Prometeram publicamente a realização da Festa dos Avós do ano 2019 no Parque Urbano de Cete e nem para a de 2020 o parque esteve pronto. Enfim…

Na inauguração esteve presente o Sr. Ministro João Pedro Matos Fernandes que falou do parque como se de um paraíso se tratasse. E é mesmo um pequeno paraíso.

Disse ainda que “fazer jardins é brincar aos deuses”.

É verdade! Em Paredes andam a brincar aos deuses, mas deuses que devem estar loucos com o poder que lhes subiu à cabeça.

Falsas modéstias são vaidade, e como não sou vaidoso, não tenho problemas em assumir as minhas responsabilidades na realização desta obra. Fui eu, com total apoio da minha equipa, que em 2018 falei com os proprietários dos terrenos onde foi criado o Parque Urbano de Cete e os levei à Camara Municipal de Paredes para que a obra pudesse ser realizada.

A partir daí, tudo fizeram para me porem à margem do processo e nem permitiram que deixasse umas palavras aos Cetenses no dia da inauguração, conforme é habitual. Pensam que são deuses mas não são.

Acham que essa loucura me afeta?

É preciso bem mais! Os Cetenses podem estar descansados, sabendo que podem sempre contar com o seu Presidente da Junta. Mas afeta a democracia no nosso concelho, e ofende os Cetenses. Disso não tenho dúvida.

Deixo-vos com as palavras com que coloquei na minha página pessoal de Facebook, e que de certa forma resumem o que iria dizer naquele momento:

“Foi com enorme satisfação que estive na inauguração do parque de lazer da minha Vila de Cete. Tudo foi preparado para me silenciar, mas nada me retira mérito, apenas me dá ânimo para trabalhar mais e mais, embora não me revejo neste tipo de política insegura. Se pensaram que iria atacar alguém, enganaram-se, sei ser grato a quem faz bem a Cete. O mais importante está conseguido. Cete tem pessoas de boa memória e que gravam bem quem os desrespeita. Bom dia, abraços.”

Pin It