A filha de Armando Vara estava a pagar apenas 200 euros por mês à Caixa Geral de Depósitos por um empréstimo concedido pelo banco de 231 mil euros.

 A confissão de Bárbara terá sido feita na primeira audição da fase de instrução da Operação Marquês, revelou o Correio da Manhã.

Ainda segundo aquele diário, a filha do ex-ministro teria pedido o empréstimo em 2009 para comprar uma habitação de mais de 600 mil euros e o acordo feito com o banco público previa a não aplicação de taxa de juro sobre o valor do empréstimo e com um prazo superior à esperança média de vida.

Pin It

Publicidade (4)

Mais Lidas