As portagens das autoestradas portuguesas renderam mais de 3 milhões de euros por dia às concessionárias durante o ano de 2018. A Brisa foi quem mais lucrou.

As concessionárias das autoestradas portuguesas nunca faturaram tanto como em 2018. No total foram 1.114 milhões de euros, mais 79 milhões de euros do que em 2017. Este valor equivale a três milhões de euros por dia, que os automobilistas deixaram nas 172 praças de portagens.

A Brisa lidera a tabela das receitas com 592,6 milhões de euros, cerca de metade do total somado pelas autoestradas geridas pelas empresas privadas. Segue-se a Lusoponte, que gere as pontes 25 de Abril e Vasco da Gama, em segundo lugar, com 82,3 milhões de euros arrecadados.

Pin It