António Costa acabou de confirmar a decretação do Estado de Emergência em Portugal para combater a propagação da COVID-19. O Conselho de Estado deu assim o parecer positivo à intenção do presidente da República.

O parecer do Conselho de Estado foi favorável ao Estado de Emergência, agora confirmado pelo Primeiro Ministro. António Costa referiu que a democracia não será abalada e garantiu que os bens de primeira necessidade estão assegurados.

O Estado de Emergência tem a duração de duas semanas, mas poderá ser prolongado caso este prazo se verifique não ser suficiente para garantir o controlo da pandemia.

Pin It

Mais Lidas