O Presidente da CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, esteve em Paredes para conhecer a realidade do comércio da cidade e apresentou propostas para dinamizar a economia local.

O líder do partido esteve acompanhado por uma comitiva que integrava o secretário-geral do Partido, Francisco Tavares, o Presidente do CDS-PP Paredes, José Miguel Garcez, e o vice-presidente concelhio, Jorge Ribeiro da Silva, que aproveitaram para visitar as esplanadas da cidade de Paredes, numa altura em que as micro e pequenas empresas retomaram a atividade.

O Presidente do CDS-PP, Francisco Rodrigues dos Santos, fez questão de apresentar propostas para estimular a actividade económica, fazendo questão de se mostrar solidário com o tecido empresarial. “A proposta que o CDS apresentou ao governo, que passa pela injeção direta de € 15.000,00 pelo Estado às empresas que por decreto foram forçadas a encerrar, é fundamental para a sobrevivência das empresas”, justificando que não houve consumo uma vez que “as empresas estiveram fechadas, porque o governo a isso as obrigou não há outra forma de lhes conferir liquidez”, acrescentou.

Depois de um périplo por estabelecimentos comerciais da cidade, Francisco Rodrigues dos Santos “recebeu várias mensagens de apoio por parte dos comerciantes, no que diz respeito às medidas que o CDS apresentou, como a inclusão dos sócios-gerentes das empresas no layoff simplificado ou o pagamento da dívida do Estado aos fornecedores”. Nesse sentido, o líder dos centristas deixou-lhes uma mensagem de confiança e de esperança para o futuro. “Tudo o que o governo poupar neste apoio hoje, será gasto amanhã a dobrar ou a triplicar em prestações sociais, como por exemplo com o subsídio de desemprego”, concluiu.

Pin It

Mais Lidas