PSD de Vilela interveio na assembleia da freguesia

Em nota, o PSD de Vilela refere, desde o início do seu mandato, o acompanhamento e a “insistência e persistência legítimas deste executivo de Junta, que tem vindo a, reiteradamente, reivindicar junto da Câmara Municipal a concretização das suas promessas incumpridas”, destacando o Mosteiro de Vilela, que se encontra ao abandono.

Até ao momento, o PSD afirma não compreender o porquê de o município exigir a “entrega das chaves, para depois as ceder a meninas de recados socialistas”, acrescentando que, hoje, o mosteiro pertence ao concelho de Paredes, tendo sido ele “adquirido no tempo certo pelo antigo executivo camarário do PSD, mas infelizmente, foi totalmente esquecido por este novo executivo socialista que, até ao presente, não investiu um único cêntimo, não só em reabilitá-lo, como até mesmo na sua manutenção”.

De acordo com as declarações do PSD de Vilela, o investimento nulo no Mosteiro de Vilela não se compreende, uma vez que não estão a ser realizados outro tipo de investimentos, exemplificando que “a rede de saneamento ficou completamente bloqueada, a iluminação pública continua inalterada, as principais ruas, cuja nova pavimentação a população desesperadamente reclama, ficaram, também elas, esquecidas”.

Por fim, o PSD conclui que “a Câmara Municipal de Paredes, depois de uma limpeza profunda realizada pela Junta de Freguesia e de um projeto pensado por esta para o espaço, decidiu revogar um contrato existente há mais de 20 anos, impossibilitando a Junta de proceder à gestão do espaço”, concluem em nota.

Pin It

Publicidade (4)

Mais Lidas