O PS de Paços de Ferreira vai ter pela primeira vez na sua comissão política um membro feminino liderado pelas Mulheres Socialistas. Esta estrutura, que funciona autonomamente, vai a eleições no dia 1 de fevereiro e, para já, Madalena Martins perfila-se como única candidata ao lugar.

Madalena Martins anunciou a sua candidatura à estrutura das Mulheres Socialistas de Paços de Ferreira. Um órgão que funciona autonomamente e em que o elemento eleito para a coordenação terá assento na comissão política e no secretariado, assim como na federação do partido. Um lugar de destaque no poder decisório local e que poderá ser ocupado por Madalena Martins, ex-candidata à Junta de Freguesia de Meixomil e, até ao momento, a única que assumiu a intenção de ocupar o lugar. “Vou candidatar-me porque entendo que, a nível local, as mulheres devem ter uma voz mais ativa na política. Se querem igualdade de direitos, devem participar ativamente na vida política para fazer valer dos direitos das mulheres. E quanto mais estiverem envolvidas, mais os direitos das mulheres serão defendidos”, referiu, acrescentando que tem o apoio das duas listas candidatas à comissão política do PS de Paços de Ferreira. “O Jocelino Moreira e a Armanda Fernandez já demonstraram total apoio à minha candidatura e a ideia passará por convergir nas ideias para tornamos a população mais ativa”, explicou Madalena Martins. A militante pelo PS admitiu que a atual comissão política, liderada por Paulo Sérgio Barbosa, “não está a ser tão proativa como gostaria”.

As eleições para a comissão política concelhia e para o cargo de líder das Mulheres Socialistas vão decorrer no dia 1 de fevereiro.

Pin It

Mais Lidas