A GNR deteve três homens, em Felgueiras e Amarante, pelo crime de violência doméstica, na sequência do cumprimento de mandados de detenção pelo risco de continuarem a prevaricar o crime.

Em Amarante, foi detido um homem por, de forma continuidade coagir a vítima, a sua companheira, com ofensas físicas, psicológicas e verbais, bem como ameaças de morte.

Segundo a GNR, o suspeito, ao saber da intenção da vítima em terminar a relação, “continuou reiteradamente com as agressões físicas, tentando sufocá-la, apertando-lhe o pescoço, enquanto a injuriava”.

A filha do casal, uma menor, foi igualmente sujeita a agressões físicas, ficando com marcas corporais. “A vítima vivia em pânico, uma vez que o suspeito tem antecedentes criminais pela prática do crime de roubo qualificado e tráfico de estupefacientes, tendo cumprido pena de prisão”, acrescentou a fonte militar.

Num segundo caso, os militares da GNR apuraram que um homem ameaçava e agredia fisicamente a mulher, com socos na cabeça. O suspeito, com antecedentes criminais pelo mesmo tipo de crime, ameaçou ainda a companheira de morte, fazendo alusão ao duplo homicídio seguido de suicídio que ocorreu no Seixal.

Finalmente, foi detido um homem que começou a ter comportamentos violentos visando a sua companheira, através de agressões físicas, injúrias e ameaças de morte com arma de fogo.

Os detidos, após serem presentes a primeiro interrogatório judicial na passada quarta-feira, ficaram sujeitos às medidas de coação de proibição de contactos com as vítimas por qualquer meio. Dois dos detidos ficaram ainda sujeitos à medida de coação de controlo por meio eletrónico (pulseira eletrónica).

Pin It

Publicidade (4)

Mais Lidas