De acordo com o Partido Social Democrata de Paços de Ferreira os socialistas do concelho ainda não deliberaram a isenção de taxas e licenças para projetos de investimento imobiliário

De acordo com o Partido Social Democrata de Paços de Ferreira, após ter sido anunciado, a 12 de novembro, a isenção de taxas e licenças para projetos de investimento imobiliário, “passados cinco meses o executivo socialista na Câmara Municipal de Paços de Ferreira ainda não deliberou o acesso a tais benefícios”, refere o partido.

O partido recorda ainda que o partido socialista, nos últimos meses, se desdobrou em “visitas a alguns investimentos em curso, publicando nas redes sociais que tais investimentos têm sido resultado desses benefícios fiscais”, sendo que as isenções acabam por nunca acontecer.

O PSD de Paços de Ferreira lamenta a falta de estratégia para a habitação do concelho e refere que “esta postura de falta de respeito para com os empresários cria ainda uma maior desconfiança nos investidores”.

Após já ser conhecida a atuação populista do atual executivo que, de acordo com o PSD de Paços de Ferreira, “coloca o seu principal eixo de atuação apenas no anúncio de medidas nas redes sociais, não as colocando depois em prática”.

Em nota, o PSD de Paços de Ferreira desafia o executivo municipal a regularizar a promessa realizada com efeitos retroativos à data do anúncio, explicando que “a relação da Câmara Municipal com os munícipes tem de ser séria”.

Pin It

Publicidade (4)