Projeto “Percursos de Cidadania, Alfabetização Solidária e Literacias de Adultos” assenta na formação de pessoas que não terminaram o 4º ou 6º ano de escolaridade.

Ontem, na Câmara Municipal de Paços de Ferreira, foi apresentado um novo projeto pertencente à Associação de Ensino Profissional do Vale do Sousa (Profisousa), que contou com a participação do Presidente da Associação Portuguesa de Educação e Formação de Adultos, Armando Loureiro, e com o vice-presidente do Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), António Leite.

No decorrer da sessão, foi apresentado o projeto Piloto “Percursos de Cidadania, Alfabetização Solidária e Literacias de Adultos” que consiste na formação de pessoas que não possuem o 4º ou o 6º ano do ensino básico. Neste sentido, o projeto procura dar resposta a essas pessoas, uma vez que, nas palavras de Armando Loureiro, a resposta educacional atual “não consegue integrar este tipo de pessoas”.

Por outro lado, Armando Loureiro, reforça a necessidade de se encaixarem estes adultos na formação por forma a alcançarem qualificações mais altas. Refere também a importância de “devolver a escola pública aos adultos”, explicando que estes a irão procurar para aprender e trabalhar os seus percursos.

Esta iniciativa conta com o apoio de várias freguesias pertencentes ao município de Paços de Ferreira, bem como Associações e órgãos de comunicação social, que se mostraram disponíveis para a realização de uma parceria conjunta com o projeto.

Pin It

Publicidade (4)

Mais Lidas