A GNR de Paços de Ferreira apreendeu esta terça-feira quase 25 mil peças de vestuário contrafeito que estava a ser produzido num armazém ilegal no concelho. A operação decorreu na sequência de uma denúncia da vizinhança por causa do barulho. As peças apreendidas têm um valor estimado de 204 mil euros.

A GNR de Paços de Ferreira realizou uma megaoperação de fiscalização a um armazém no concelho e apreendeu 24.419 peças de vestuário contrafeito, avaliado em 204 mil euros. A operação das autoridades decorreu na sequência de uma denúncia feita pela vizinhança por causa do ruido que saída das instalações e apuraram tratar-se de uma fábrica de confeções, que se dedicava à produção de vestuário contrafeito de diversas marcas registadas, tendo sido apreendido todo o vestuário e ainda 65 quilos de tecido e outros componentes utilizados no processo de produção e seis máquinas de costura.

A proprietária da fábrica, uma mulher de 47 anos, foi constituída arguida e sujeita a termo de identidade e residência.

O objetivo principal destas apreensões é garantir o cumprimento dos Direitos de Autor e Direitos Conexos e da Propriedade Industrial, visando essencialmente o combate à contrafação, ao uso ilegal de marca e a venda de artigos contrafeitos.

Pin It