O PAN avança que as armadilhas são perigosas para as pessoas e animais que passam naquele local

O Partido dos Animais e da Natureza apresentou uma denúncia ao Serviço de Proteção da Natureza e do Ambiente da GNR e ao Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas após ter recebido informações sobre a alegada presença de armadilhas de caça ilegais em Aguiar de Sousa, em Paredes, avança o partido em nota.

O partido refere que, de acordo com relatos de cidadãs e cidadãos, três cães ficaram presos em armadilhas sendo que, um deles, esteve em sofrimento durante cinco semanas até receber auxílio, por parte dos munícipes, tendo sido necessária a amputação de uma pata que se encontrava ferida.

As armadilhas presentes são, habitualmente, usadas para caça ao Javali e são consideradas ilegais, uma vez que, de acordo com o PAN, não são “meios de caça admissíveis nos termos da legislação em vigor”.

O PAN acrescenta que estas armadilhas são, inclusive, perigosas para as pessoas e animais que passam naquele local, sendo urgente garantir “a devida fiscalização e apuramento das responsabilidades, também por forma a evitar futuras situações idênticas, bem como sensibilizar a população para o não abandono dos animais de companhia, um dos problemas ainda recorrentes nestas zonas de serra”, conclui Nuno Pires, membro da Comissão Política do PAN Distrital do Porto.

Pin It

Publicidade (4)

Mais Lidas