17.7 C
Munique
18.9 C
Porto
OpiniãoO PINÓQUIO e uma reunião de Câmara

O PINÓQUIO e uma reunião de Câmara

Relacionados

Delinquências juvenis e crimes praticados por jovens …

Raro é o dia em que não se assiste à abertura de telejornais ou à impressão de capas de jornais em que os protagonistas...

Porque não avança a regionalização em Portugal?

O tardar em avançar com a regionalização em Portugal, preceito constitucional plasmado no artigo 255.º da Constituição da República Portuguesa, apenas se deve à...

Porque não avança a regionalização em Portugal?

O tardar em avançar com a regionalização em Portugal, preceito constitucional plasmado no artigo 255.º da Constituição da República Portuguesa, apenas se deve à...

Afinal, tal facto nunca existiu, como eu sempre disse. Algo estava mal contado. Desde 2018 que vimos o nariz de Alexandre Almeida crescer, qual Pinóquio. Afinal, pelos vistos, ainda decorrem as negociações com a BeWater. Falta cerca de um ano para o fim do mandato e a grande prioridade a resolução do problema da falta de saneamento no sul do concelho é uma miragem ainda…Estranho o facto de a imprensa ter marcado presença na reunião de Câmara e nada ter escrito. Certamente algum aceno fez tal fechar de olhos acontecer… Certamente não foi com o nariz!

Máscaras sem certificação da autarquia custam quase o dobro das que são certificadas.  E esta ah…

O chico-espertismo do autarca no negócio das máscaras também foi um dos destaques da reunião. Referiu o autarca que as máscaras estavam à espera de certificação para 25 lavagens, o que contraria as declarações ao Porto Canal, onde afirmou que já estavam certificadas. De duas uma: ou mentiu na intervenção naquela televisão ou estava a mentir na reunião.

Mas mais impressionante ainda foi a referência ao preço das máscaras. Na reportagem televisiva, a autarquia afirma que as máscaras custaram o dobro do valor pelo qual estão agora à venda por parte das entidades, que é de 1 €. Portanto, a autarquia tê-las-á comprado por 2€. “Impressionante”, disse eu, exibindo uma máscara certificada pela CITEVE, com qualidade superior à máscara da autarquia, oferecida inclusivamente por algumas juntas de freguesia de um concelho vizinho, cujo custo foi de apenas de 0,65€ a unidade. O Autarca, perante a minha estupefação, não teve outro remédio que não fosse dizer a verdade, reduzindo, assim, pela segunda vez, o tamanho do nariz de Pinóquio. Afinal as máscaras custaram, segundo Alexandre Almeida, à autarquia 1,15€, a que se soma o respetivo imposto. Ainda assim, o valor é quase o dobro daquele negociado por outras entidades públicas, com a grande diferença de serem certificadas.

Parecer da CESPU: à terceira não foi de vez.

Pela terceira vez, questionei o autarca Alexandre Almeida sobre a receção do parecer da CESPU sobre a nova residência universitária para a cidade de Gandra. Mais uma vez não respondeu. Não o questionarei mais em sede de reunião de câmara sobre o assunto. Certamente que, no futuro, a resposta irá surgir, dado que todo este processo tem uma nuvem muito cinzenta a pairar sobre o atual presidente da câmara.

Os momentos finais foram de desespero. Os meus 5 minutos de intervenção são contados ao segundo. Eis que a funcionária acena com as mãos! Eis que o presidente suspira de alívio e lá diz a frase reconfortante: “já esgotou o seu tempo”. Pela primeira vez, em mais de vinte anos a assistir reuniões de Câmara, vi um presidente a cortar a palavra de um munícipe. A juntar a tudo isto o facto de ter bloqueada a opção “comentar” no Facebook da autarquia… Tanto medo!

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido