0.4 C
Munique
11.7 C
Porto
PolíticaMovimento Juntos por Paredes critica atitude de autarca por trazer camião da...

Movimento Juntos por Paredes critica atitude de autarca por trazer camião da SIC a Paredes

O Movimento Juntos por Paredes refere que o evento que teve um custo de 19.500 euros juntou muitas pessoas no parque José Guilherme

Relacionados

Concelhos do Tâmega e Sousa sofrem aumento exponencial de novos casos de Covid-19

A Direção-Geral de Saúde avançou, hoje, o boletim epidemiológico relativo à incidência cumulativa a 14 dias, entre os dias 18 de novembro e o...

GNR deteve oito suspeitos com mais de 800 doses de estupefacientes em Amarante

A GNR de Amarante deteve, no dia ontem, cinco homens e três mulheres, com idades compreendidas entre 19 e 50 anos, no âmbito do...

Movimento Juntos por Paredes quer que o município volte a oferecer testes rápidos à Covid-19

Face ao estado de calamidade decretado no dia 1 de dezembro, o Movimento Juntos por Paredes solicita à Câmara Municipal de Paredes o recomeço...

No passado domingo, dia 4 de julho, realizou-se o programa de entretenimento da SIC, o “Domingão”, em Paredes, que contou com a circulação de um camião pelas ruas do concelho. De acordo com o movimento Juntos por Paredes (JPP), o camião teve como principal enfoque o Parque José Guilherme, “o que gerou um mega ajuntamento de pessoas, pondo em risco a saúde pública no que à Covid 19 diz respeito”, avança o movimento.

O Movimento JPP avança que este evento foi “encomendado pela autarquia de Paredes, que despendeu 19.500 euros para trazer o camião da SIC a Paredes” acrescentando que “mesmo com a informação de que já estavam muitas pessoas no parque José Guilherme, nem as autoridades nem a autarquia tomaram quaisquer medidas para evitar um mal maior, o que levou à aglomeração de milhares de pessoas”, referiu o movimento.

De acordo com nota do movimento JPP, é afirmado que “esta incúria possa desencadear um ciclo de contágios por Covid 19, capaz de pôr em causa o desconfinamento, obrigando o concelho a tomar medidas mais restritivas, extremamente penosas para a economia e para a população em geral”.

“A autarquia Paredense mostra incoerência nas suas ações. Falta-lhe um rumo, uma linha orientadora, capaz de evitar situações incompreensíveis como as dos últimos fins de semana: no último fim de semana de junho, em cima da hora, seguiu as indicações da DGS e proibiu a presença de público no evento Paredes Convida. No fim de semana seguinte, trouxe a SIC a Paredes, para que Alexandre Almeida pudesse fazer campanha, promovendo a aglomeração de milhares de pessoas”, concluiu o movimento, em nota.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido