0.7 C
Munique
13.5 C
Porto
RegionalDetidas em Gondomar por burla e furto em residência

Detidas em Gondomar por burla e furto em residência

Foram detidas duas mulheres, uma de 30 e outra de 37 anos e apreendidos vários materiais em ouro.

Relacionados

Sindicato dos Trabalhadores acusa GNR de Paredes de recusar levantar auto de ocorrência na “Varandas de Sousa”

Na passada sexta-feira, quatro trabalhadoras foram impedidas de cumprir o horário laboral nas instalações da empresa “Varandas de Sousa”, na freguesia de Madalena, no...

Detidos por tráfico de droga no concelho de Amarante ficaram em prisão preventiva

A GNR deteve, na passada quinta-feira, cinco homens e três mulheres no âmbito de tráfico de droga no concelho de Amarante. Após estes terem sido...

Iniciativa Liberal instala-se no concelho de Valongo

Decorreu, na passada quinta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Ermesinde, o plenário fundador do Núcleo Territorial de Valongo pertencente à Iniciativa Liberal,...

A GNR de Fânzeres deteve, no dia 14 de fevereiro, em Gondomar, duas mulheres de 30 e 37 anos por burla e furto em residência.

A detenção originou-se na sequência de uma denúncia de burla e furto em residência, na qual a Guarda realizou um conjunto de diligências policiais que “permitiram localizar as suspeitas no interior de um estabelecimento comercial, local onde se tinham refugiado e tentado dissimular os objetos furtados, após se aperceberem da presença dos militares nas imediações”, refere nota.

No decorrer desta ação, foram apreendidas duas pulseiras de ouro, um par de brincos de ouro, um relógio de bolso banhado a ouro, sete anéis em ouro e 770 euros em números. O material em questão foi recuperado e entregue aos legítimos proprietários.

Por outro lado, as detidas, segundo a GNR com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, foram presentes a primeiro interrogatório, no dia 15 de fevereiro, no Tribunal Judicial do Porto, onde lhes aplicaram as medidas de coação de “apresentações bissemanais no posto policial da sua área de residência, proibição de frequentar o concelho de Gondomar e proibição de contacto entre as arguidas”, conclui nota.

De forma a prevenir as burlas, a GNR aconselha a não fornecer as suas informações pessoais ou de conhecidos a indivíduos estranhos; a não confiar em estranhos, bem-falantes e cheios de boas intenções; desconfiar de esquemas que lhe ofereçam dinheiro fácil; não demonstrar estar sozinho, mesmo que não esteja ninguém em casa e, em caso de desconfiança, ligar à GNR.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido