6.4 C
Munique
17.2 C
Porto
RegionalHomem detido em Paredes por violência doméstica, chegando a agredir a vítima...

Homem detido em Paredes por violência doméstica, chegando a agredir a vítima com uma machada

O detido tem 58 anos, dependência alcoólica e vivia com a vítima há 38 anos.

Relacionados

Paços de Ferreira: Vendedor de tabaco sequestrado e assaltado em Ferreira

Na passada quinta-feira, em Ferreira, freguesia de Paços de Ferreira, um grupo de assaltantes sequestrou e roubou um vendedor de tabaco, de 31 anos. A...

Município de Felgueiras celebra escrituras com proprietários para a Zona Industrial das Barrancas

O Município de Felgueiras formalizou o compromisso assumido com os proprietários que aceitaram a negociação amigável no processo de expropriação em que Nuno Fonseca,...

Município de Baião presta apoio ao consumidor endividado através do centro de informação autárquico

A Câmara Municipal de Baião encontra-se a prestar um serviço de ajuda aos clientes bancários com dificuldades no cumprimento de contratos de crédito, através...

A GNR deteve, no dia de ontem, um homem de 58 anos por violência doméstica no concelho de Paredes.

No âmbito de uma investigação, a GNR apurou que o suspeito era habitual consumidor de bebidas alcoólicas, estando casado com a vítima há 38 anos, uma mulher de 55 anos. Segundo nota da GNR, “durante o matrimónio e por diversas vezes agredia fisicamente a vítima, devido ao seu estado de embriaguez, causando hematomas e escoriações que a própria ocultava, para não se deslocar a uma unidade hospitalar. Além das agressões físicas, a vítima era sujeita também a injúrias e ameaças de morte, com recurso a facas e machadas”.

Desta forma, a postura do agressor tornou-se, ao longo do tempo, cada vez mais agressiva e imprevisível, o que culminou, num dos episódios de violência, “enquanto a vítima preparava uma das refeições diárias, o agressor dizia que a ia matar, levantando na sua direção uma machada e agarrando-a pelos cabelos, agrediu-a violentamente”, refere nota.

O detido foi presente a primeiro interrogatório judicial no dia ontem, no Tribunal de Instrução Criminal de Penafiel, ficando sujeito às medidas de coação de “proibição de contactar a vítima por qualquer forma ou meio ou por interposta pessoa, proibido de permanecer ou frequentar a habitação da vítima, estabelecendo-se a área de exclusão num raio de 500 metros”, bem como a obrigação de se sujeitar a uma a avaliação médica e eventual tratamento à dependência alcoólica.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido