23.4 C
Munique
19.7 C
Porto
RegionalParedesJuntos por Paredes refere que associações locais prestam “vassalagem” ao PS

Juntos por Paredes refere que associações locais prestam “vassalagem” ao PS

Relacionados

Paredes – Detido por ameaças com arma de fogo

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Lordelo, no dia 7 de agosto, deteve um homem de 52 anos por ameaças...

Paços de Ferreira – Assembleia Municipal

- COMUNICADO - Membros da Assembleia Municipal de Paços de Ferreira do PSD No passado dia 4 de agosto, em plena Assembleia Municipal Extraordinária, solicitamos que...

Paços de Ferreira – COMUNICADO PSD “Indesculpável e inaceitável”

- COMUNICADO - Indesculpável e inaceitável qualquer erro de comunicação Hoje, ficou claro que o PSD de Paços de Ferreira nunca recebeu do Presidente da Câmara...

O Movimento Juntos por Paredes (JPP) avança, em nota, que tem vindo a “denunciar a utilização das associações por parte do Partido Socialista local para propaganda política”, referindo que na apresentação de algumas candidaturas socialistas, alguns dos dirigentes associativos, em nome da associação que representam, apoiam os candidatos do PS.

A utilização das associações do concelho por parte do executivo socialista para autopromoção é considerada, por parte do Movimento Juntos por Paredes, como “imoral”, caracterizando as associações como “um mero instrumento de propaganda eleitoral”. A par desta situação, o partido explica que os “sócios destas mesmas associações, livres de pertencerem a qualquer partido, certamente não se reveem nestes comportamentos”.

Em nota, o Movimento Juntos por Paredes avança que “nenhuma associação deve nada ao autarca A ou B por lhe ter sido concedido algo que advém do dinheiro público”, considerando que “as autarquias devem ajudar os movimentos associativos, valorizando o seu contributo para a nossa sociedade”.

O Movimento JPP considera ser necessário “olhar para todas as associações de forma equitativa”, referindo não as querer de “joelhos, a pedir, como se de uma esmola se tratasse” e evidenciado que as valorizará “ajudando-as de acordo com os recursos disponíveis e não pela ‘vassalagem’ prestada”.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido