1.9 C
Munique
8.9 C
Porto
DestaqueValongo - Locomotiva histórica

Valongo – Locomotiva histórica

Relacionados

Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT) com orçamento de 1,37M para 2023

O Conselho Diretivo da Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT) aprovou hoje, 28 de novembro, o Plano Plurianual de Investimentos 2023-2026. O documento prevê...

Pedro Santinho Mendes estreia-se a vencer em Fronteira

Com muitos milhares de espetadores e um sol radioso, a 10ª edição da BP Ultimate 4 Horas SSV Vila de Fronteira foi pródiga em...

Braga – Câmara de Braga transfere mais de 600 mil euros para Freguesias e instituições do Concelho

Mais de 600 mil euros é quanto o Município de Braga vai transferir para financiar a execução de várias obras em diversas Freguesias e...

A Câmara Municipal de Valongo, com a colaboração da CP – Comboios de Portugal e da IP – Infraestruturas de Portugal, reabilitou uma locomotiva histórica a vapor, com o objetivo de evocar a importância socioeconómica dos ferroviários e da ferrovia no concelho.

1.OK_.W.1

A locomotiva histórica E201 foi colocada estrategicamente junto à Estação de Ermesinde, para perpetuar a ligação do território e da comunidade à história da ferrovia e dos ferroviários.

A homenagem será formalizada pelo presidente da Câmara Municipal de Valongo, José Manuel Ribeiro, e pelo presidente da Junta de Freguesia de Ermesinde, João Morgado, no próximo sábado, dia 16 de julho, às 10h30.

“Agradeço ao grupo de antigos ferroviários que há uns anos nos lançou este desafio. Esta foi a melhor forma que encontramos de prestar homenagem à importância da ferrovia e dos ferroviários na história da Cidade de Ermesinde, do Município de Valongo e da ferrovia nacional. O setor ferroviário faz parte da nossa memória e da nossa identidade, mas é também uma peça fundamental para garantir o nosso futuro, por ser um dos meios de transporte mais sustentável, tanto para passageiros, como para mercadorias”, salienta José Manuel Ribeiro, referindo que o concelho de Valongo é atravessado pelas linhas ferroviárias do Minho, do Douro e de Leixões e futuramente será também o ponto de partida da linha do Vale do Sousa.

A locomotiva que foi minuciosamente restaurada nas Oficinas da CP, implicou um investimento de 100 mil€, incluindo o restauro e a empreitada de construção da plataforma com carris onde vai ficar instalada.

ferrvalongototal
Direitos Reservados

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido