CulturaVão ser distribuídos de 81 Veículos pelos Corpos de Bombeiros

Vão ser distribuídos de 81 Veículos pelos Corpos de Bombeiros

Relacionados

Paredes: Dois homens com antecedentes detidos por roubo

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Penafiel deteve, no passado dia 12 de junho, dois homens de 28...

Santo Tirso: Câmara Municipal alvo de buscas pela PJ

A Polícia Judiciária do Porto realizou, na passada quarta-feira, dia 12 de junho, buscas na Câmara Municipal de Santo Tirso e em três empresas...

AD e PS dividem vitórias nos Concelhos da Região do Tâmega e Sousa

A população europeia, foi, no passado dia 09 de junho, chamada a votar para eleger os assentos no Parlamento Europeu. Na região do Tâmega...

No passado dia 22 de fevereiro, foi divulgada, aos Corpos de Bombeiros, a lista de distribuição de 81 veículos florestais que vão permitir o reforço do aumento de resposta operacional no combate aos incêndios.

Em nota de imprensa, pode-se ler que “foi possível incluir no Plano de Recuperação e Resiliência, no âmbito do Programa MAIS Floresta, uma verba de 12,6 milhões de euros destinada à aquisição de veículos florestais a operar pelos Corpos de Bombeiros.”

Vai ser, assim, aumentada a capacidade de resposta operacional dos agentes da proteção civil, através da distribuição, por meio de um contrato de comodato a celebrar com a Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), de viaturas a Corpos de Bombeiros localizados em zonas onde se verifique uma maior carência de Veículos Florestais de Combate a Incêndios (VFCI) e de Veículos Tanque Táticos Florestais (VTTF) face à respetiva área florestal.

Calcula-se que esta verba permita a aquisição de 81 veículos florestais, 59 VFCI e 22 VTTF, representando a maior distribuição de veículos para dar resposta a incêndios rurais desde 1980.

“Os critérios adotados para distribuição destes veículos são objetivos, mensuráveis e verificáveis, garantindo que os veículos são alocados a Corpos de Bombeiros com real capacidade para os operacionalizar e garantindo a sua distribuição pelos territórios onde, face à área florestal a seu cargo, se verifique uma carência mais significativa de veículos florestais.” informam.

Os mesmos foram propostos pela Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil e previamente apresentados à Associação Nacional de Municípios e à Liga dos Bombeiros Portugueses, sendo aprovados pela Ministra da Administração Interna e validados pela Estrutura de Missão Recuperar Portugal.

A lista final de distribuição das viaturas revela que 14 VFCI e 12 VTTF vão para os Corpos de Bombeiros da área do Comando Regional de Emergência e Proteção Civil (CREPC) do Norte; 22 VFCI e 3 VTTF para os Corpos de Bombeiros da área do CREPC do Centro; 6 VFCI e 2 VTTF para os Corpos de Bombeiros da área do CREPC de Lisboa e Vale do Tejo; 13 VFCI e 5 VTTF para os Corpos de Bombeiros da área do CREPC do Alentejo e 4 VFCI para os Corpos de Bombeiros da área do CREPC do Algarve.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -