2.7 C
Munique
9.2 C
Porto
DestaqueAgência Portuguesa do Ambiente Pede Uso Sustentável da Água pela População

Agência Portuguesa do Ambiente Pede Uso Sustentável da Água pela População

Relacionados

Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT) com orçamento de 1,37M para 2023

O Conselho Diretivo da Associação de Municípios do Douro e Tâmega (AMDT) aprovou hoje, 28 de novembro, o Plano Plurianual de Investimentos 2023-2026. O documento prevê...

Pedro Santinho Mendes estreia-se a vencer em Fronteira

Com muitos milhares de espetadores e um sol radioso, a 10ª edição da BP Ultimate 4 Horas SSV Vila de Fronteira foi pródiga em...

Braga – Câmara de Braga transfere mais de 600 mil euros para Freguesias e instituições do Concelho

Mais de 600 mil euros é quanto o Município de Braga vai transferir para financiar a execução de várias obras em diversas Freguesias e...

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA) apelou, hoje, para que se faça um uso mais sustentável da água e para que se evite o desperdício no quotidiano, com lavagem de carros e enchimento de piscinas particulares, ainda que o abastecimento público esteja garantido.

“O abastecimento público está garantido já que existe a reserva para dois anos de abastecimento. No entanto, é importante apelar para uso sustentável da água pela população evitando o desperdício de água nos usos do quotidiano, lavagem de carros e enchimento de piscinas particulares”, refere a APA, numa resposta enviada à Lusa.

Após a comissão da seca ter definido, no dia 1 de fevereiro, diversas medidas consideradas necessárias, devido à situação de seca hidrológica, meteorológica e agrometeorológica, vão realizar-se a partir do dia de hoje até 16 de março, reuniões regionais com o objetivo de avaliar com os diferentes utilizadores, os diversos e possíveis cenários e condicionamentos.

Segunda a agência Lusa, a Agência Portuguesa do Ambiente salienta que os cenários avaliados “têm sempre em consideração o pior possível para que as medidas permitam efetivamente garantir os usos prioritários definidos”.

Desde o dia 1 de fevereiro, está suspensa a produção de energia em cinco barragens devido aos valores, significativamente abaixo da média, de precipitação e baixa reposição dos volumes armazenados nas albufeiras, observados e para garantia dos volumes necessários para usos prioritários.

A APA garante também que é verificada, semanalmente, a necessidade de implementar medidas face à evolução da situação.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido