DestaqueAmarante: Município vai começar a cobrar taxa turística em 2024

Amarante: Município vai começar a cobrar taxa turística em 2024

Relacionados

Santo Tirso: Homem morre na A3 num acidente enquanto fugia em contramão

Um homem, de 33 anos, suspeito de um roubo em Braga, morreu na madrugada da passada segunda-feira, na sequência de um acidente, em Santo...

Felgueiras: Jovem morre após despiste de mota

Um jovem de 24 anos morreu na sequência de um acidente de viação, na passada quarta-feira, dia 21 de fevereiro, na Lixa, concelho de...

Valongo: Homem morre após despiste contra paragem de autocarro

Um homem, de 48 anos, morreu, na noite do passado domingo, 18 de fevereiro, num acidente de viação na freguesia de Sobrado, em Valongo. O...

Segundo uma publicação em Diário da República, a Câmara de Amarante colocou em discussão pública a aplicação de uma taxa turística no concelho, a partir de 2024, uma decisão que foi aprovada por unanimidade no executivo municipal.

wells
Direitos Reservados

A proposta foi aprovada pela maioria PSD/CDS-PP e pela oposição socialista, apontando para uma taxa variável ao longo do ano, nomeadamente de dois euros por noite na época alta (de 1 de abril a 30 de setembro) e de um euro na época baixa (de 1 de outubro a 31 de março).

Nas duas situações, a taxa será cobrada até ao máximo de três noites, de acordo com fonte do município, que não avançou o valor global estimado de receita a arrecadar.

A maioria PSD/CDS-PP justificou a nova taxa como “um compromisso com a sustentabilidade do território”. “Sendo o território concelhio delicado e frágil, de grande qualidade natural e cultural, tendo como tal de ser preservado e protegido, fácil será de perceber que, quem nos visita, tem um privilégio e, nessa medida, quem aqui reside, quem é visitado, terá de ser compensado”.

Já Hugo Carvalho, líder do PS no executivo, explicou que “defendemos a proposta como forma de criar uma receita que possa ser alocada na valorização do nosso património. Era para nós importante descentralizar a distribuição das receitas resultantes da aplicação da taxa turística para as juntas de freguesia, algo que foi conseguido na negociação do orçamento municipal para o ano de 2024”.

papelaria-abc
Direitos Reservados
- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -