DestaqueBaião - Presidente da Câmara de Baião «está de cabeça perdida»

Baião – Presidente da Câmara de Baião «está de cabeça perdida»

Relacionados

Paços de Ferreira: Atletas Pacenses destacam-se no Campeonato Nacional

Nos passados dias 4 e 7 de abril, o Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra recebeu os Campeonatos Nacionais de Juvenis, Juniores e Absolutos...

Protocolo impulsionador do Enoturismo no Douro e Tâmega é assinado

A Associação de Municípios do Douro e Tâmega e a Associação Empresarial de Amarante (AEA) celebraram esta segunda-feira, 8 de abril, após aprovação em reunião...

Paredes: Tribunal altera pena de homem que matou três ciclistas em 2019

O Tribunal da Relação do Porto alterou para prisão efetiva a pena aplicada ao condutor que matou dois motociclistas e feriu um terceiro, na...

Os vereadores do PSD da Câmara Municipal de Baião, na reunião do Executivo Municipal de 08 de março de 2023, exigiram ao Presidente da Câmara «que se retratasse» nos adjetivos que usou na Assembleia Municipal, de 25 de fevereiro, para classificar os eleitos do PSD. Caso contrário, e sempre que entendam necessário e oportuno, poderão utilizar os mesmos adjetivos quando se dirigirem ao Senhor Presidente.

«Não sei se vai gostar», disse Paulo Portela, primeiro vereador do PSD Baião.

Paulo Portela considera que «o Presidente da Câmara está de cabeça perdida». Basta ver o que fez na penúltima reunião de Câmara.  Finalizada a Ordem de Trabalhos, veio em off, ameaçar que iria «deixar de cumprimentar a oposição porque não fazia fretes». Isto porque fazemos perguntas incómodas, trazemos assuntos incómodos e isso revela o estado de autoritarismo e até de sentido antidemocrático que nos habituou e com o qual não pactuamos» ressalvou Portela.

O vereador do PSD recordou a intervenção do autarca na Assembleia Municipal onde, entre outros adjetivos, apelidou os eleitos do PSD de “coitados”.

É um facto que na última reunião de Câmara, quando confrontado com esta questão entendeu pedir desculpa por ter proferido esta palavra, e apenas esta, no meio de tantas. Contudo, e parafraseando a suas afirmações filosóficas a que nos habituou, “se o digo é porque o penso” temos  sérias  dúvidas sobre a sinceridade de tal pedido de desculpas afirmou Paulo Portela.

«Na última Assembleia Municipal, verificamos que o desnorte do Executivo veio ao de cima e deixamos um alerta:

“Comprem uns comprimidos ‘kompensan’ que isto vai continuar. “Não deixaremos de falar de temas, que sabemos que não vos agradam, pois, na nossa opinião algo está mal explicado e com o tempo vamos assistir a novos capítulos”, prometeu Portela, dirigindo-se à maioria socialista.

Para o PSD, o presidente da Câmara «fez-se de vítima» como fazem normalmente aqueles que estão comprometidos. Falou em nomes e identificou pessoas envolvidas nos últimos concursos para admissão de trabalhadores, atitude que PSD nunca teve até à data. «Espero muito sinceramente que o Senhor Presidente medite sobre as palavras proferidas e os adjetivos que usou para classificar a bancada do PSD. Nunca se esqueça que é o Presidente de todos os Baionenses e, como tal, acho que a todos lhe devem merecer algum respeito. Tem esse dever, pessoal e institucional», disse Célia Azevedo, a vereadora do PSD, lembrando um pensamento de Francisco Sá Carneiro: “A Oposição é para o Poder em exercício, estímulo e, para o interesse comum, fator de progresso”.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -