25.7 C
Munique
21.1 C
Porto
DestaquePaços de Ferreira - CDU ignorada na decisão

Paços de Ferreira – CDU ignorada na decisão

Relacionados

Paredes – Detido por ameaças com arma de fogo

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Lordelo, no dia 7 de agosto, deteve um homem de 52 anos por ameaças...

Paços de Ferreira – Assembleia Municipal

- COMUNICADO - Membros da Assembleia Municipal de Paços de Ferreira do PSD No passado dia 4 de agosto, em plena Assembleia Municipal Extraordinária, solicitamos que...

Paços de Ferreira – COMUNICADO PSD “Indesculpável e inaceitável”

- COMUNICADO - Indesculpável e inaceitável qualquer erro de comunicação Hoje, ficou claro que o PSD de Paços de Ferreira nunca recebeu do Presidente da Câmara...

– Comunicado –

A CDU foi convocada a comparecer no dia 25 de julho, na Câmara Municipal, para uma reunião com o executivo do mesmo órgão sobre o processo de rescisão, com justa causa, do contrato de concessão da rede de água e saneamento com a entidade gestora.

A CDU esteve presente.

A CDU não tem dúvidas!

Rejeitamos, no que toca à gestão dos recursos hídricos, a entrega da sua exploração a entidades privadas e a grandes grupos económicos, pois tal acaba sempre por penalizar as camadas mais empobrecidas da população.

A água pública foi uma conquista de Abril, garantida na Constituição de 1976.

Em Paços de Ferreira NUNCA deveria ter acontecido esta concessão.

No memorando de entendimento de 2017, celebrado entre a CM de Paços de Ferreira e as Águas de Paços de Ferreira, a CDU não foi chamada, nem se procuraram consensos mais alargados.

No dia 16/05/2022 é feita uma conferência de imprensa em que o Presidente da CM de Paços de Ferreira, comunica a sua decisão de avançar para a rescisão unilateral do contrato com a entidade gestora das águas e saneamento do concelho, alegando justa causa. Mais uma vez a CDU não foi chamada para uma tentativa de consenso alargado sobre esta tomada de posição.

Fomos chamados agora, depois de tanto tempo, de reuniões e memorandos aparentemente falhados e depois de decidido e assumido pelo município o avançar para a rescisão do contrato, alegando justa causa.

A responsabilidade desta decisão e do que poderá resultar da mesma, só pode ser de quem a assumiu unilateralmente. É responsabilidade deste executivo municipal.

A CDU estará atenta e será sempre fiel aos seus princípios!

CDU Paços de Ferreira.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido