DestaqueParedes: PSD acusa Presidente da Câmara de ser corresponsável pelo drama vivido...

Paredes: PSD acusa Presidente da Câmara de ser corresponsável pelo drama vivido no Hospital de Penafiel

Relacionados

Cinfães: Homem detido por violência doméstica e posse de arma proibida

Um homem de 59 anos foi detido por posse de diversas armas e munições encontradas durante as diligencias de um processo de violência doméstica,...

Barcelos: Homem é detido depois de agredir policias

Um homem de 37 anos foi, na passada na quarta-feira, dia 17 de abril, detido pelo crime de agressão e injúria contra agentes da...

Santo Tirso: Homem que escondia droga num cofre é detido

A PSP deteve, na passada sexta feira, dia 12 de abril, um homem de 25 anos de idade por suspeita de tráfico de droga...

Numa nota de imprensa a que o Jornal Emissor teve acesso, o Presidente do PSD Paredes, Ricardo Sousa, “responsabiliza e acusa” o Presidente da Câmara de Paredes, Alexandre Almeida, de ser “corresponsável pelo caos existente no Hospital Padre Américo, em Penafiel, pelas mortes e sequelas em muitos doentes existentes nestas últimas semanas”.

No mesmo comunicado, os Sociais Democratas de Paredes adiantam que, “muito antes do PSD de Paredes ter reunido com a administração do Hospital Padre Américo, liderada por Carlos Alberto”, os vereadores do PSD em varias reuniões de câmara tinham solicitado a Alexandre Almeida para que “o seu executivo estivesse ao lado dos paredenses, tal como o PSD estava, e interviesse junto dos seus parceiros socialistas no Governo no sentido de se minimizar o caos em que já na altura se encontrava o Hospital Padre Américo”.

O PSD de Paredes continua o seu comunicado a relembrar que já na altura reuniões de câmara tanto o PSD de Paredes como os populares, através da comunicação social, tinham alertado o executivo de Paredes para o estado vivido no Hospital Padre Américo.

“Informamos Alexandre Almeida que o PSD de Paredes estava muito preocupado a questão das urgências, porque várias especialidades não tinham capacidade de resposta e os doentes eram encaminhados para outros lados” recordou o Presidente do PSD de Paredes.

Outra das preocupações manifestadas a Alexandre de Almeida, pelo partido da oposição, foi a questão da incapacidade do internamento do hospital de Penafiel. “As 500 camas do Hospital Padre Américo eram insuficientes, o que criava, e cria, constrangimentos e atrasos no internamento dos doentes que são atendidos nas urgências até porque como foi referido pelo responsável pelo Hospital Padre Américo existe uma média de 200 doentes da área de referência do Tâmega e Sousa internados noutros hospitais do país”.

O PSD de Paredes em nome de Ricardo Sousa, conclui a nota de imprensa a afirmar que ao contrário do que foi “apregoado”, não existe qualquer rede resposta para os utentes que, “limitam-se a ficar pelos corredores, na esperança de que o pior não aconteça, perante a inércia de Alexandre Almeida que nada faz para minimizar o sofrimento dos paredenses”.

 

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -