DestaquePenafiel - Implementa projeto inovador de rastreio de saúde oral sénior

Penafiel – Implementa projeto inovador de rastreio de saúde oral sénior

Relacionados

Paredes: Dois homens com antecedentes detidos por roubo

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Penafiel deteve, no passado dia 12 de junho, dois homens de 28...

Santo Tirso: Câmara Municipal alvo de buscas pela PJ

A Polícia Judiciária do Porto realizou, na passada quarta-feira, dia 12 de junho, buscas na Câmara Municipal de Santo Tirso e em três empresas...

AD e PS dividem vitórias nos Concelhos da Região do Tâmega e Sousa

A população europeia, foi, no passado dia 09 de junho, chamada a votar para eleger os assentos no Parlamento Europeu. Na região do Tâmega...

Em 6 meses, cerca de 1000 utentes das IPSS’s do Concelho vão usufruir de um rastreio oral gratuito e, consequentemente, de tratamentos dentários. Será utilizada a tecnologia “Blue Stain” que permite recolha e análise imediata de células do corpo humano de forma rápida, não invasiva e indolor.

Até Maio o Município de Penafiel, em parceria com os serviços e estudantes da CESPU, vai realizar cerca de 1.000 rastreios de saúde oral aos utentes, das IPSS’s do Concelho. Os cidadãos, com idade igual ou superior a 65 anos, constituem o principal grupo de risco do cancro oral, que será também a base destes rastreios, de cujo objetivo é identificar as necessidades de tratamento dentário dos utentes, para, numa segunda fase, se iniciarem os respetivos tratamentos.

rastreio-de-saude-oral_ipsss_penafiel-1-scaled-e1679311193166
Direitos Reservados

Ao nível do diagnóstico será utilizado o projeto “Blue Stain” – um modelo inovador, que consiste num “kit” de diagnóstico de cancro (oral, em particular), que possibilita a recolha e análise imediata de células do corpo humano de forma rápida, não invasiva e indolor.

Os responsáveis pelo projeto, Fernando Ferreira e Paula Melo, são docentes e investigadores na CESPU e apresentam assim uma solução inovadora para diagnosticar precocemente as patologias da cavidade oral, algo que não existia até ao momento. A sua importância aumenta por o exame e o próprio resultado se efetuarem no tempo de uma consulta, a chamada “solução ‘point of care‘”. O “Blue Stain” não tem qualquer implicação logística, o que representa uma redução dos custos para hospitais e clínicas médicas.

Para a Vereadora com o pelouro Saúde e da Inclusão Social, Daniela Oliveira, “A Câmara Municipal, atenta a assegurar os cuidados de saúde oral dos seus idosos, pretende dar continuidade aos rastreios com um caráter mais inovador. Neste âmbito, estamos a realizar o rastreio de cancro oral sénior nas várias respostas sociais (ERPI, Centros de Dia e de Convívio) do concelho, indo ao encontro dos mesmos nas instalações das respetivas Instituições. Para o efeito,  mobilizamos uma equipa multidisciplinar de profissionais de saúde, dotados de equipamento e material dentário. Para implementar este projeto no terreno, contamos com a preciosa colaboração dos serviços da CESPU Diagnóstico, os grandes mentores desta solução inovadora e que tão importante vai ser para a saúde oral dos nossos idosos.”

rastreio-de-saude-oral_ipsss_penafiel-2-scaled-e1679311236829
Direitos Reservados

De recordar que, o projeto “Blue Stain”, desenvolvido pela Startup TargeTalent, foi o grande vencedor do 1º Prémio do concurso de empreendedorismo Acredita Portugal 2015, na categoria de Alta Tecnologia. A TargeTalent foi criada pelos docentes da CESPU e dedica-se ao desenvolvimento de testes de diagnóstico que utilizam as células como meio biológico. Trata-se de uma tecnologia diferenciada de interface bio-digital, que permite o diagnóstico rápido de patologias. Tem o objetivo de fornecer processos de diagnóstico simplificado, que possam chegar a toda a gente com elevados padrões de qualidade.

Recorde-se que o Dia Mundial da Saúde Oral assinala-se a 20 de Março e pretende sensibilizar a população acerca da importância da saúde oral. Segundo dados do último Eurobarómetro em Saúde Oral, de 2022, cerca de 31,5% dos portugueses nunca visita o médico dentista ou apenas o faz em caso de urgência, sendo algumas das razões invocadas a falta de informação sobre a necessidade de o fazer e as dificuldades financeiras (https://www.omd.pt/content/uploads/2022/11/VII-Barometro-Nacional-de-Saude-Oral_2022.pdf). Para uma boa saúde oral, é fundamental não descuidar alguns hábitos, como a escovagem dentária pelo menos duas vezes ao dia, o uso de fita dentária pelo menos uma vez ao dia e cuidados alimentares (evitar alimentos açucarados e excesso de gorduras).

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -