DestaquePresidente da Câmara Baião ameaça acabar com transmissão nas redes sociais das reuniões...

Presidente da Câmara Baião ameaça acabar com transmissão nas redes sociais das reuniões de Câmara

Relacionados

Paços de Ferreira: Três homens detidos por furto qualificado

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Felgueiras deteve, no passado dia 22 de maio, três homens com...

Paços de Ferreira: Monte do Pilar recebe Prova de Trial

No próximo dia 26 de maio, o Monte do Pilar, em Penamaior, vai receber uma prova do Campeonato Nacional de Trial, inserida no calendário...

Santo Tirso: Motociclista morre após despiste na Serra da Agrela

Um homem de 33 anos morreu, no passado domingo, dia 19 de maio, na serra da Agrela, em Santo Tirso, após ter sofrido um...

Equivalencia-ao-12o-ano-e1674474604629

“O autarca de Baião, Paulo Pereira , incomodado  pela oposição frontal de que o PSD tem feito à maioria socialista, designadamente, denunciando práticas e posturas que imperam na governação da Câmara, ameaçou acabar com a transmissão das reuniões do Executivo Municipal.

“Recorde-se que a transmissão das reuniões em gravação vídeo, via redes sociais, arrancaram neste mandato por pressão do PSD de modo a que a população/eleitores de Baião pudessem ver o que se passa nas reuniões da Câmara – sem intermediação dos assessores de imprensa da Câmara onde tudo o que sai cá para fora da a sensação que tudo esta bem o que não é verdade na nossa opinião” Disse Paulo Portela vereador da oposição  .

No período antes da ordem do dia da reunião de 25 de janeiro, em reação às afirmações de Paulo Pereira nas últimas reuniões do executivo onde o presidente da câmara tem feito ameaças veladas de pôr um fim nas transmissões das reuniões do Executivo Municipal, o Vereador do PSD, fez uma declaração política onde expressão a sua indignação para com a atitude persecutória das afirmações de Paulo Pereira.

«Foi uma ameaça aquilo que se o Senhor fez, dizendo no fundo ‘ou mudamos de temas e escolhemos outro tipo de intervenções – as que mais deseja de elogio ao trabalho do executivo socialista’ ou o senhor acaba com as transmissões», atirou Paulo Portela.

«Acho mal. Discordo em absoluto acabar com as transmissões porque ao fazê-lo está a diminuir a transparência na ação camarária, a impedir os Baionenses de fazerem pelas suas próprias cabeças juízo de valor sobre a ação dos políticos que elegem. Da minha parte, não temos nada a esconder, nem qualquer tipo de medo ou de escrutínio do povo. Mas se o fizer [o Presidente acabar com as transmissões] fica bem claro que o faz porque quer que o povo não saiba o que se passa aqui dentro destas quatro paredes. A decisão será sua, tal como a responsabilidade também será sua equipa que de certeza fará, como sempre, o que o senhor manda! O Sr. Presidente é um político profissional e sabe muito bem que informação é poder”, e aquilo que Sr. Presidente  pretende, é acabar com as transmissões, para tirar o poder aos Baionenses de se informarem livremente.»

A declaração política de Paulo Portela, feita em escassos minutos, de acordo com o regimento das reunião de Câmara.”

Comissão Política da Secção de Baião

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -