RegionalBaiãoPSD Baião - Comunicado

PSD Baião – Comunicado

Relacionados

Paredes: Dois homens com antecedentes detidos por roubo

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Penafiel deteve, no passado dia 12 de junho, dois homens de 28...

Santo Tirso: Câmara Municipal alvo de buscas pela PJ

A Polícia Judiciária do Porto realizou, na passada quarta-feira, dia 12 de junho, buscas na Câmara Municipal de Santo Tirso e em três empresas...

AD e PS dividem vitórias nos Concelhos da Região do Tâmega e Sousa

A população europeia, foi, no passado dia 09 de junho, chamada a votar para eleger os assentos no Parlamento Europeu. Na região do Tâmega...

– COMUNICADO –

“Contas da Câmara de Baião com resultado líquido superior a 250 mil euros leva PSD a votar contra. 

Compra camarária da Cooperativa Fonte do Mel “ajuda” PSD a votar contra a conta da gerência da Autarquia relativa a 2022

Os vereadores do PSD votaram contra as contas da gestão da Câmara Municipal de Baião relativas a 2022, apresentadas na reunião do executivo municipal de 20 de abril, por apresentarem “um resultado líquido de 260 943 euros”, por um lado e, por outro, pela compra da Cooperativa Fonte do Mel, por parte da Autarquia, que o PSD Baião entende que é um favor político da Câmara a alguém da Cooperativa relacionado com o PS Baião.

Primeiro, o Vereador do PSD, Paulo Portela fez o “comparativo do resultado líquido das contas de 2022 com o de 2021” e concluiu que “há aqui uma variação do resultado positivo, do ano 2021 e o resultado negativo do ano 2022, na casa dos 800 mil euros”.

A maioria socialista defendeu-se, nomeadamente, com a taxa de execução de receita 96% que deu para executar 67% do Orçamento durante 2022.

Para o PSD, o exercício de defesa política feito pelo Presidente da Câmara, baseando-se na execução da receita, “é uma falácia” face ao resultado líquido das contas da Câmara. “Ó Senhor Presidente, se com uma taxa de execução de receita de 96% só executamos 67% do Orçamento e, mesmo assim, tivemos um resultado líquido de 262 mil euros, se a execução fosse maior, mas negativo era o resultado liquido”, atirou Paulo Portela.

Depois, o Vereador social democrata apontou o dedo à aquisição da Cooperativa Fonte de Mel “feita a correr, à pressa, nos últimos dias de dezembro – não sei porquê? – e que faz parte destas contas”, realçou.  Depois Paulo Portela relembrou que “na nossa opinião [do PSD] a aquisição da cooperativa Fonte do Mel, foi nada mais, nada menos, para o executivo socialista ajudar alguém da Cooperativa Fonte do Mel relacionado com o PS. Só este argumento chegava para votarmos contra estas contas”, disse.

O Vereador do PSD deu ainda uma “sugestão/conselho” à maioria PS que lidera a Câmara para que “no futuro fosse fornecido” aos Vereadores da Oposição “os custos de funcionamento integral de cada infraestrutura municipal”, casos do MAAC- Baião, Centro Hípico, Biblioteca, Festas de S. Bartolomeu, etc., mas também de eventos, como as Festas de S. Bartolomeu, Festa da Juventude, Byonritmos,etc.. “Que seja criada uma contabilidade de custos para que seja possível analisar em que é que é gasto o dinheiro. Uma coisa é o valor atribuído, outra coisa é o valor atribuído mais os custos com máquinas e pessoal municipal”, alertou o vereador do PSD.

As contas da Câmara  de 2022 foram aprovadas com quatro votos favoráveis do PS e dois votos contra do PSD.”

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -