DestaqueSanto Tirso – Detido em flagrante por captura ilegal de aves

Santo Tirso – Detido em flagrante por captura ilegal de aves

Relacionados

Paços de Ferreira: Atletas Pacenses destacam-se no Campeonato Nacional

Nos passados dias 4 e 7 de abril, o Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra recebeu os Campeonatos Nacionais de Juvenis, Juniores e Absolutos...

Protocolo impulsionador do Enoturismo no Douro e Tâmega é assinado

A Associação de Municípios do Douro e Tâmega e a Associação Empresarial de Amarante (AEA) celebraram esta segunda-feira, 8 de abril, após aprovação em reunião...

Paredes: Tribunal altera pena de homem que matou três ciclistas em 2019

O Tribunal da Relação do Porto alterou para prisão efetiva a pena aplicada ao condutor que matou dois motociclistas e feriu um terceiro, na...

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Proteção Ambiental (NPA) de Santo Tirso, no dia 3 de fevereiro, deteve em flagrante um homem de 65 anos por captura ilegal de aves, no concelho de Santo Tirso.

Equivalencia-ao-12o-ano-e1674474604629

Na sequência de uma denúncia por captura ilegal de espécies, naquele concelho, os elementos do NPA deslocaram-se ao local onde detetaram em flagrante a captura de aves de espécies autóctones/protegidas, tendo o suspeito sido detido por crime contra a natureza.

No decorrer da ação foram resgatados cinco lugres (Carduelis spinus), que foram entregues no Parque Biológico de Vila Nova de Gaia para observação e posterior libertação ao seu habitat natural, e apreendidas cinco gaiolas.

O detido foi constituído arguido e os factos remetidos ao Tribunal Judicial de Santo Tirso.

A GNR relembra que quem capturar, destruir ou eliminar exemplares de espécies protegidas da fauna ou da flora selvagens, com recurso à utilização de meios e processos não autorizados, incorre num crime de danos contra a natureza e é punido com pena de prisão até cinco anos.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -