0.7 C
Munique
13.5 C
Porto
EconomiaGoverno abre candidaturas para áreas de acolhimento empresarial de nova geração

Governo abre candidaturas para áreas de acolhimento empresarial de nova geração

Até ao dia 15 de setembro foram submetidas 81 manifestações de interesse por parte de municípios e entidades municipais gestoras da AAE

Relacionados

Sindicato dos Trabalhadores acusa GNR de Paredes de recusar levantar auto de ocorrência na “Varandas de Sousa”

Na passada sexta-feira, quatro trabalhadoras foram impedidas de cumprir o horário laboral nas instalações da empresa “Varandas de Sousa”, na freguesia de Madalena, no...

Detidos por tráfico de droga no concelho de Amarante ficaram em prisão preventiva

A GNR deteve, na passada quinta-feira, cinco homens e três mulheres no âmbito de tráfico de droga no concelho de Amarante. Após estes terem sido...

Iniciativa Liberal instala-se no concelho de Valongo

Decorreu, na passada quinta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Ermesinde, o plenário fundador do Núcleo Territorial de Valongo pertencente à Iniciativa Liberal,...

O Governo abriu, hoje, para todas as regiões, o aviso para apresentação de candidaturas para a reconversão e transformação de Áreas de Acolhimento Empresarial (AAE), através das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), com um financiamento de 110 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência.

O objetivo será modernizar as AAE existentes, preparando-as para as transições verde e digital, garantindo uma melhoria da competitividade das empresas já instaladas. Assim, os apoios servirão para investimentos na auto produção e armazenamento de energia renovável, ilhas de qualidade energética A+, soluções de carregamento de viaturas elétricas e abastecimento a hidrogénio e cobertura de Banda Larga Rápida (5G) em áreas do Interior com comprovada falha de mercado ou soluções de resiliência ativa a incêndios, consoante as características das AAE.

As candidaturas realizadas serão avaliadas de acordo com o número de empresas instaladas e o número de postos de trabalho em cada AAE, verificando quantos desses negócios se encontram associados a cadeias de logística e como articulam o trabalho entre empresas com o Sistema Regional de Inovação em questão. De acordo com o Governo, serão beneficiadas, na avaliação, as AAE que se localizam em territórios do interior.

O processo de seleção das Áreas de Acolhimento Empresarial decorre em duas fases, sendo que, numa primeira fase, até 15 de setembro, foram já submetidas à CCDRC 81 manifestações de interesse por parte de municípios e entidades municipais gestoras da AAE, tendo sido selecionados pelas CCDR 38 projetos, nove na Região Norte, 18 na Região Centro, quatro na Área Metropolitana de Lisboa, cinco no Alentejo e duas no Algarve.

Estes projetos podem, até dia 2 de dezembro, candidatar-se à segunda fase do concurso, que selecionará as intervenções a apoiar. A medida dará continuidade aos investimentos dos Programas Operacionais Regionais no âmbito do Portugal 2020, apoiando novas AAE e requalificando as já existentes, sendo ela complementada com apoios a AAE no âmbito do Portugal 2030.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido