0.1 C
Munique
15.3 C
Porto
EconomiaGoverno abre candidaturas para áreas de acolhimento empresarial de nova geração

Governo abre candidaturas para áreas de acolhimento empresarial de nova geração

Relacionados

Paredes: Nova creche para 60 crianças em Gandra pronta em 18 meses

O edifício do antigo jardim de infância de Trás-as-Vessadas, em Gandra, vai ser requalificado e convertido numa creche com capacidade para 60 crianças, dos 4...

Penafiel: Lar é alvo de buscas por suspeita de falta de instalações adequadas e maus tratos

As Autoridades de saúde, da segurança social juntamente com a GNR realizaram, na última quinta-feira, buscas numa instituição de acolhimento de idosos na zona...

Valongo aprova o maior orçamento de sempre

A proposta de Orçamento e Grandes Opções do Plano da Câmara Municipal de Valongo para o ano 2024 tem o montante total de 114.930.000€,...

O Governo abriu, hoje, para todas as regiões, o aviso para apresentação de candidaturas para a reconversão e transformação de Áreas de Acolhimento Empresarial (AAE), através das Comissões de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR), com um financiamento de 110 milhões de euros do Plano de Recuperação e Resiliência.

O objetivo será modernizar as AAE existentes, preparando-as para as transições verde e digital, garantindo uma melhoria da competitividade das empresas já instaladas. Assim, os apoios servirão para investimentos na auto produção e armazenamento de energia renovável, ilhas de qualidade energética A+, soluções de carregamento de viaturas elétricas e abastecimento a hidrogénio e cobertura de Banda Larga Rápida (5G) em áreas do Interior com comprovada falha de mercado ou soluções de resiliência ativa a incêndios, consoante as características das AAE.

As candidaturas realizadas serão avaliadas de acordo com o número de empresas instaladas e o número de postos de trabalho em cada AAE, verificando quantos desses negócios se encontram associados a cadeias de logística e como articulam o trabalho entre empresas com o Sistema Regional de Inovação em questão. De acordo com o Governo, serão beneficiadas, na avaliação, as AAE que se localizam em territórios do interior.

O processo de seleção das Áreas de Acolhimento Empresarial decorre em duas fases, sendo que, numa primeira fase, até 15 de setembro, foram já submetidas à CCDRC 81 manifestações de interesse por parte de municípios e entidades municipais gestoras da AAE, tendo sido selecionados pelas CCDR 38 projetos, nove na Região Norte, 18 na Região Centro, quatro na Área Metropolitana de Lisboa, cinco no Alentejo e duas no Algarve.

Estes projetos podem, até dia 2 de dezembro, candidatar-se à segunda fase do concurso, que selecionará as intervenções a apoiar. A medida dará continuidade aos investimentos dos Programas Operacionais Regionais no âmbito do Portugal 2020, apoiando novas AAE e requalificando as já existentes, sendo ela complementada com apoios a AAE no âmbito do Portugal 2030.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -