1.4 C
Munique
9.1 C
Porto
OpiniãoPrivados à vista, trancas à porta

Privados à vista, trancas à porta

Relacionados

Da falta de mão de obra concelhia …

Quando estamos perante um fenómeno que não conhecemos em toda a sua plenitude, mas sobre o qual há necessidade de intervir, é obrigatório, antes...

O pós eleições – legislativas de 2022 …

As eleições legislativas que se avizinham, apesar de serem muito importantes, não se constituem como um hipotético corte biográfico da democracia Portuguesa. Não obstante,...

A Chantagem do(s) Orçamento(s)

Temos assistido a uma parangona de informação acerca do processo do Orçamento de Estado para 2022. Este orçamento, fica marcado pelos “tiques” do PS e...

ATL’S são organizações que se dedicam à gestão de atividades de tempos livres, habitualmente destinadas aos jovens do 1º, 2º e 3º ciclos, em que contêm programas organizados consoante a época da interrupção letiva, estes programas e atividades caracterizam-se pelo estabelecimento de meios para a criação de espírito de grupo, estabelecimento e desenvolvimento de valores a trabalhar, etc. Todas as atividades dos mais diversos ATL’s têm por base um projeto educativo, fundamentado em metodologias de educação lúdica e participativa, sob a orientação de técnicos especializados. Estes espaços estão disponíveis de uma forma geral por todas as freguesias do concelho de Paços de Ferreira com custos muito controlados e até muitos deles gratuitamente nas próprias instalações das juntas de freguesia. No entanto, há freguesias do concelho de Paços de Ferreira onde se estão a desenvolver alguns investimentos no sector imobiliário, com particular incidência na construção de creches e ATL’s privados. Reitero que estes equipamentos são de extrema importância no que toca ao acompanhamento dos mais pequeninos.

Mas é precisamente neste ponto que me suscitam algumas dúvidas. Pelo que veio a público e se vai comentando nos espaços de convívio social do concelho, vulgo cafés ou grupos informais, que o presidente de uma junta de freguesia, lembrou-se ao final de 12 anos de governação, que era hora de pavimentar as acessibilidades de acesso a estes investimentos privados, refiro-me aos acessos às creches e ATL’s privados em construção, o que não está errado, no entanto geram-me algumas dúvidas, estes investimentos avulsos.

Aliás, há outra questão que ainda é mais pertinente de ser colocada à consideração da população e principalmente nesta altura, uma vez que todos seremos chamados a escolher quem irá dirigir os destinos das autarquias e das juntas de freguesia, e a questão é:

Porque razão se encerram nesta altura os serviços públicos de ATL em uma ou outra freguesia do concelho? Seria importante, que os responsáveis políticos viessem a público prestar esclarecimentos sobre este assunto, sob pena de ficar uma vez mais a pairar sobre a sua responsabilidade, o pensamento atual da população, um eventual acordo sem explicação possível.

A responsabilidade destes esclarecimentos à população, deve ser prestada por quem gere a educação, uma vez que há no concelho presidentes de junta de freguesia que parecem ter carta branca da autarquia em dias de sol, e em dias de chuva, vêm-se obrigados a abrigarem-se onde lhe dá mais jeito.

Estes esclarecimentos devem ser tornados públicos a bem da transparência, tema que é tão ‘querido’ à nossa autarquia. Relembro que o responsável máximo da autarquia, o presidente, é simultaneamente o responsável pelo pelouro da educação, e por este motivo é chamada a si a total responsabilidade sobre este tema.

Aguardemos serenamente explicações, se possível, antes de 26 de setembro de 2021, dia que o povo será chamado a julgar estes, e outros atos.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido