RegionalCelorico de BastoCelorico de Basto implementa Tarifa Social da Água para apoiar 1300 famílias

Celorico de Basto implementa Tarifa Social da Água para apoiar 1300 famílias

Relacionados

Santo Tirso: Homem morre na A3 num acidente enquanto fugia em contramão

Um homem, de 33 anos, suspeito de um roubo em Braga, morreu na madrugada da passada segunda-feira, na sequência de um acidente, em Santo...

Felgueiras: Jovem morre após despiste de mota

Um jovem de 24 anos morreu na sequência de um acidente de viação, na passada quarta-feira, dia 21 de fevereiro, na Lixa, concelho de...

Valongo: Homem morre após despiste contra paragem de autocarro

Um homem, de 48 anos, morreu, na noite do passado domingo, 18 de fevereiro, num acidente de viação na freguesia de Sobrado, em Valongo. O...

A Câmara Municipal de Celorico de Basto decidiu atribuir, esta quinta-feira, numa reunião realizada pelo executivo, a Taxa Social da Água a cerca de 1300 consumidores domésticos, num total de 5028 consumidores. Cerca de 25,7% do total dos consumidores domésticos.

A medida abrange aqueles que beneficiam do “complemento solidário para idosos, do rendimento social de inserção, do subsídio social de desemprego, do abono de família, da pensão social de invalidez, da pensão social de velhice e ainda os clientes finais cujo agregado familiar tenha um rendimento anual igual ou inferior a 5.808,00€ acrescido de 50% de cada elemento do agregado familiar que não aufira qualquer rendimento”, esclarece o município de Celorico de Basto.

O autarca do município de Celorico de Basto, José Peixoto Lima, revela que a medida se insere nas políticas sociais que o Município considera como fundamentais no apoio às famílias mais vulneráveis economicamente e que “se vêm aflitas para pagar a fatura da água”, considera.

Além disso, refere que os custos da água são elevados e, muitas vezes, difíceis de suportar. Neste seguimento, a Tarifa Social da Água consta efetivamente da isenção da tarifa fica de abastecimento da água, no valor de 6,071 euros e do desconto a incidir sobre o preço a pagar por metro cubico mediante a fixação do preço previsto para o 1º escalão (0,6973€ m3), até ao consumo de 10m3. O que perfaz um apoio 10,35€ por mês para os 1300 consumidores domésticos.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -