2.8 C
Munique
12 C
Porto
RegionalPaços de FerreiraGuarda prisional que matou jovem a tiro foi condenado a uma pena...

Guarda prisional que matou jovem a tiro foi condenado a uma pena suspensa de três anos e seis meses

O Tribunal deu como provado que o formador não cumpriu com o protocolo de segurança ao qual estava obrigado.

Relacionados

GNR e Polícia Municipal de Paredes fiscalizam autocarros e transportes escolares

A GNR e a Polícia Municipal de Paredes procederam a uma ação de fiscalização conjunta aos autocarros e transportes escolares, na Escola Secundária e...

Freguesias de Amarante terão um Balcão SNS24 para apoiar os Centros de Saúde

O Município em parceria com o ACES Baixo Tâmega prepara-se para instalar Balcões do SNS24 em Ansiães e Gondar, criando condições de maior proximidade...

GNR apreendeu 5 mil artigos pirotécnicos em Paredes

A GNR de Penafiel apreendeu, na passada quarta-feira, cerca de 5 mil artigos pirotécnicos e identificou um homem de 31 anos pela venda de...

Hoje, decorreu o julgamento do instrutor da carreira de tiro que atingiu mortalmente uma guarda prisional, decorrida durante uma formação na carreira de tiro na cadeia de Paços de Ferreira em novembro de 2018.

Esta quinta-feira, o guarda prisional foi condenado a uma pena suspensa de três anos e seis meses. O Tribunal deu como provado que “o formador não cumpriu o protocolo de segurança, a que estava obrigado, que poderia ter evitado a morte da mulher, de 30 anos”, avança o Sol.

O instrutor, sem verificar os carregadores, apontou e disparou uma arma sobre a jovem. Foi condenado a pagar uma indemnização de 120 mil euros aos pais da vítima.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido