RegionalPaços de FerreiraGuarda prisional que matou jovem a tiro foi condenado a uma pena...

Guarda prisional que matou jovem a tiro foi condenado a uma pena suspensa de três anos e seis meses

Relacionados

Paredes: Dois homens com antecedentes detidos por roubo

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Penafiel deteve, no passado dia 12 de junho, dois homens de 28...

Santo Tirso: Câmara Municipal alvo de buscas pela PJ

A Polícia Judiciária do Porto realizou, na passada quarta-feira, dia 12 de junho, buscas na Câmara Municipal de Santo Tirso e em três empresas...

AD e PS dividem vitórias nos Concelhos da Região do Tâmega e Sousa

A população europeia, foi, no passado dia 09 de junho, chamada a votar para eleger os assentos no Parlamento Europeu. Na região do Tâmega...

Hoje, decorreu o julgamento do instrutor da carreira de tiro que atingiu mortalmente uma guarda prisional, decorrida durante uma formação na carreira de tiro na cadeia de Paços de Ferreira em novembro de 2018.

Esta quinta-feira, o guarda prisional foi condenado a uma pena suspensa de três anos e seis meses. O Tribunal deu como provado que “o formador não cumpriu o protocolo de segurança, a que estava obrigado, que poderia ter evitado a morte da mulher, de 30 anos”, avança o Sol.

O instrutor, sem verificar os carregadores, apontou e disparou uma arma sobre a jovem. Foi condenado a pagar uma indemnização de 120 mil euros aos pais da vítima.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -