DestaqueMunicípio de Paredes recebeu alunos no âmbito do programa Erasmus+

Município de Paredes recebeu alunos no âmbito do programa Erasmus+

Relacionados

Santo Tirso: Motociclista morre após despiste na Serra da Agrela

Um homem de 33 anos morreu, no passado domingo, dia 19 de maio, na serra da Agrela, em Santo Tirso, após ter sofrido um...

Freamunde: viagens escolares levantam suspeitas

Comportamentos de auxiliar aos alunos de Freamunde nas viagens escolares levanta suspeitas Os encarregados de educação de alunos do Centro Escolar de Freamunde estão a...

Paredes: Homem com antecedentes é detido por violência doméstica

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Penafiel deteve, no passado dia 10 de maio,...

A Câmara Municipal de Paredes recebeu alunos no âmbito do projeto “Inteligência artificial, tecnologias e empregos do futuro”, do programa Erasmus+, o qual trouxe para o concelho alunos e professores da Bulgária, Polónia, França, Chipre e Roménia, para que estes possam conhecer os empregos do mundo contemporâneo altamente digitalizados.

A comitiva foi recebida pelo Vereador da Educação, Paulo Silva, no dia de ontem, no Salão Nobre da Câmara Municipal de Paredes, no âmbito da receção de boas-vindas, o membro do executivo sublinhou a importância dos projetos para a “partilha de conhecimentos entre os alunos e, consequentemente, o crescimento pessoal e profissional destes mesmos”.

Para o Diretor do Agrupamento de Escolas de Vilela, Albino Pereira, que marcou presença na sessão, foi importante realçar a importância do projeto na vida dos alunos. O intercâmbio de boas práticas consiste numa parceria entre seis escolas de ensino médio que oferecem a oportunidade aos alunos europeus de visitarem outros países da Europa e conhecerem empregos digitalizados do mundo contemporâneo em ambientes de trabalho diferentes, bem como os desafios do mercado de trabalho e as expectativas dos empregadores.

O projeto possui seis intercâmbios de curta duração, ao longo de dois anos, com grupos de alunos e atividades locais. A ideia será incentivar os alunos a realizarem pesquisas sobre as profissões extintas devido às revoluções industriais e tecnológicas, fazendo um prognóstico sobre quais as profissões que irão surgir no futuro devido ao avanço tecnológico e, principalmente, à inteligência artificial.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -