RegionalPaços de FerreiraPaços de Ferreira com duas candidaturas à Concelhia do Partido Socialista

Paços de Ferreira com duas candidaturas à Concelhia do Partido Socialista

Relacionados

Santo Tirso: Homem morre na A3 num acidente enquanto fugia em contramão

Um homem, de 33 anos, suspeito de um roubo em Braga, morreu na madrugada da passada segunda-feira, na sequência de um acidente, em Santo...

Felgueiras: Jovem morre após despiste de mota

Um jovem de 24 anos morreu na sequência de um acidente de viação, na passada quarta-feira, dia 21 de fevereiro, na Lixa, concelho de...

Valongo: Homem morre após despiste contra paragem de autocarro

Um homem, de 48 anos, morreu, na noite do passado domingo, 18 de fevereiro, num acidente de viação na freguesia de Sobrado, em Valongo. O...

No dia 8 de outubro, realizam-se as eleições para a concelhia do PS-Partido Socialista de Paços de Ferreira.

António Fernández, engenheiro de profissão, foi deputado da assembleia municipal de Paços de Ferreira entre o ano de 2013 e 2017 e militante do Partido Socialista de Paços de Ferreira, em comunicado, faz saber que é com sentido de responsabilidade e imbuído de uma grande vontade de aprofundar o diálogo e a democracia interna do PS de Paços de Ferreira, que torna pública a sua candidatura a este órgão político do Partido Socialista em Paços de Ferreira.

António Fernández, tem intenção de agregar todos os militantes e simpatizantes socialistas, refutando derivas sectárias. A sua candidatura é um projeto de um grupo de militantes a qual tem o prazer e a honra de encabeçar.

Pretende um projeto que ajude a pensar o concelho a partir da matriz socialista. Um projeto que ajude a perspetivar o futuro do concelho de forma coesa, consistente e harmoniosa, envolvendo todos as forças vivas e os demais organismos. Um projeto que se quer democrático, participativo, progressista, solidário, mas não assistencialista, ambientalista e ordenado em que as pessoas sejam parte integrante das decisões. Um projeto que faça com que as pessoas sintam o concelho como seu.

“Urge, pois, dialogar, ouvir e respeitar todos os militantes e simpatizantes, desde os mais novos aos mais históricos a quem devemos muito, abrir o partido à comunidade não permitindo que este se transforme num sistema fechado de homens providenciais.”

“Por um PS íntegro e integrador.”

António Fernandez

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -