DestaquePenafiel: Preso preventivamente por matar em negócio de droga

Penafiel: Preso preventivamente por matar em negócio de droga

Relacionados

Paredes: Dois homens com antecedentes detidos por roubo

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Penafiel deteve, no passado dia 12 de junho, dois homens de 28...

Santo Tirso: Câmara Municipal alvo de buscas pela PJ

A Polícia Judiciária do Porto realizou, na passada quarta-feira, dia 12 de junho, buscas na Câmara Municipal de Santo Tirso e em três empresas...

AD e PS dividem vitórias nos Concelhos da Região do Tâmega e Sousa

A população europeia, foi, no passado dia 09 de junho, chamada a votar para eleger os assentos no Parlamento Europeu. Na região do Tâmega...

Ficou provado em Tribunal, que Ilídio Barbosa, de 45 anos, conhecido na própria zona pela ligação ao tráfico de droga, matou Nuno Rocha por um motivo fútil, na noite de 15 de novembro do passado ano.

O JN avança que Nuno Rocha, emigrante de 35 anos, foi atraído até às proximidades da casa do homicida, localizada no Lugar do Monte, “conotado com o consumo e tráfico de estupefacientes”. Posteriormente, envolveram-se numa discussão que acabou com Nuno Rocha esfaqueado no coração.

Aquando o crime, Ilídio Barbosa pôs-se em fuga, tendo sido capturado no dia seguinte. Aquando o julgamento, o homem negou o crime, referindo que Nuno Rocha o tentou assaltar e que este o empurrou para se defender.

O Tribunal não valorizou a versão de Ilídio Barbosa, condenando-o a uma pena de 17 anos e dois meses de prisão por homicídio, coação simples e ofensas à integridade física. O arguido ouviu a sentença por videoconferência, no estabelecimento prisional, onde se encontra preso preventivamente.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -