9.6 C
Munique
16.9 C
Porto
RegionalPorto: Ocupante de autocaravana foi sequestrado, espancado e roubado

Porto: Ocupante de autocaravana foi sequestrado, espancado e roubado

O ocupante foi agredido violentamente e amarrado na parte traseira da viatura. Os agressores apoderaram-se do cartão multibanco da vítima e realizaram compras e levantamentos.

Relacionados

PCP pede esclarecimentos à ARS Norte pela demissão dos responsáveis pela Urgência Metropolitana de Psiquiatria do Porto

O Partido Comunista Português (PCP) avançou, ontem, uma proposta para realizar uma audição da Administração Regional de Saúde do Norte (ARS Norte) relativa à...

Milhares de portugueses apoiam greve aos combustíveis nas redes sociais

Um grupo criado no Facebook há 48 horas, intitulado de “Greve aos combustíveis”, conta já com mais de 500 mil membros. Na descrição é...

Jovem pacense em Erasmus morreu na Polónia

Na Varsóvia, capital da Polónia, foi encontrado o corpo de uma jovem natural de Penamaior, freguesia de Paços de Ferreira, numa varanda de uma...

Um ocupante de uma autocaravana foi sequestrado no Porto por dois homens, um deles já detido. A vítima foi forçada a “dar-lhes o cartão multibanco e respetivo código”, avança o Observador, o qual foi usado para compras e levantamentos, avançou a Polícia Judiciária.

De acordo com um comunicado policial, a autocaravana estava estacionada no Porto e dois assaltantes atuaram quando o ocupante estava a dormir no interior. Por voltas das 07h00 de quarta-feira, este foi agredido “violentamente e amarrando-o na parte traseira daquela viatura”.

Já na posse da autocaravana, os suspeitos dirigiram-se para Santo Tirso, onde realizaram levantamentos em caixas multibanco e realizaram compras, cujo “código PIN foi fornecido pelo ofendido após ser sujeito a violentas sevícias”, evidencia o comunicado.

Os crimes foram realizados num período de cinco horas, onde a vítima esteve “sempre manietada de braços e pernas, no interior da autocaravana, até que, aproveitando a desatenção de um dos sequestradores, quando estavam a fazer compras, conseguiu libertar-se e fugir”, acrescenta.

O detido, com 31 anos, está desempregado e tem antecedentes criminais contra a propriedade. Este será presente a primeiro interrogatório judicial para aplicação das medidas de coação adequadas.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido