0.7 C
Munique
13.5 C
Porto
RegionalValongoPresidente da República presenciou manifestação contra o aterro de Sobrado

Presidente da República presenciou manifestação contra o aterro de Sobrado

A manifestação realizou-se na passada segunda-feira, em frente à Escola Básica e Secundária de Campo, em Valongo

Relacionados

Sindicato dos Trabalhadores acusa GNR de Paredes de recusar levantar auto de ocorrência na “Varandas de Sousa”

Na passada sexta-feira, quatro trabalhadoras foram impedidas de cumprir o horário laboral nas instalações da empresa “Varandas de Sousa”, na freguesia de Madalena, no...

Detidos por tráfico de droga no concelho de Amarante ficaram em prisão preventiva

A GNR deteve, na passada quinta-feira, cinco homens e três mulheres no âmbito de tráfico de droga no concelho de Amarante. Após estes terem sido...

Iniciativa Liberal instala-se no concelho de Valongo

Decorreu, na passada quinta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Ermesinde, o plenário fundador do Núcleo Territorial de Valongo pertencente à Iniciativa Liberal,...

A Associação Jornada Principal avançou, através das próprias redes sociais, a realização de um apelo ao Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o qual aconteceu na passada segunda-feira, à saída da Escola Básica e Secundária de Campo, em Valongo.

De acordo com um jornal regional local, António Vale, representante da Associação, afirmou estar a realizar um apelo para que o Presidente da República verifique o que se passa em Valongo, referindo estar “tudo na carta que entregamos e emails enviados para que possa constatar as anomalias que se passam naquele terreno”, referindo-se ao aterro de Sobrado.

O Presidente da República e o Presidente da Câmara de Valongo, José Ribeiro, estiverem presentes no local e acompanharam a manifestação. Um dos problemas evidenciados na manifestação foi o facto das crianças frequentarem uma escola a 350 metros do aterro, onde são depositados camiões de lixo indiscriminados.

A situação tem vindo a ser acompanhada pelas entidades competentes, bem como pela presidência da república e Câmara Municipal de Valongo. A população defende o encerramento do aterro, bem como da Recivalongo, evidenciando a existência de maus cheiros e pragas de mosquitos.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido