CulturaLousada acolhe o coletivo musical no próximo sábado

Lousada acolhe o coletivo musical no próximo sábado

Relacionados

Paços de Ferreira: Três homens detidos por furto qualificado

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal (NIC) de Felgueiras deteve, no passado dia 22 de maio, três homens com...

Paços de Ferreira: Monte do Pilar recebe Prova de Trial

No próximo dia 26 de maio, o Monte do Pilar, em Penamaior, vai receber uma prova do Campeonato Nacional de Trial, inserida no calendário...

Santo Tirso: Motociclista morre após despiste na Serra da Agrela

Um homem de 33 anos morreu, no passado domingo, dia 19 de maio, na serra da Agrela, em Santo Tirso, após ter sofrido um...

O projeto Filarmonia (Re)visitada regressa em fevereiro aos palcos do Tâmega e Sousa.

A sala de visitas do espetáculo será o Auditório da Escola Secundária de Lousada, que às 21h30 do próximo sábado, dia 12 de fevereiro, acolherá, todos quantos queiram apreciar o desempenho deste agrupamento melódico dirigido pelo maestro Osvaldo Ferreira. O acesso ao concerto, tal como em todas as iniciativas do Inventa, é gratuito.

São quase trinta músicos do Douro, Tâmega e Sousa que constituem a Filarmonia (Re)visitada foram selecionados pelo maestro e têm vindo a desfrutar da oportunidade de se poderem afirmar em cinco palcos distintos – Resende, Cinfães, Paços de Ferreira, Lousada e Penafiel, concertos esses que em alguns casos já decorreram em Lousada.

A 19 de fevereiro, a Casa do Xiné – Centro Cultural, em Quintandona, Lagares, Penafiel, acolherá, às 19h00, mais um concerto da Filarmonia (Re)visitada, também dirigido pelo maestro Osvaldo Ferreira. O périplo do projeto termina a 26 de fevereiro, com um concerto às 21h30, na Biblioteca Municipal Professor Vieira Dinis, Paços de Ferreira, desta feita conduzido pelo maestro Francisco Ferreira, que dirigiu os concertos realizados em Cinfães e Resende.

O festival Inventa contempla ainda em 2022: o Ciclo de Circo Contemporâneo no Património, a decorrer em março, o Ciclo de Performance Visual Musicada, em abril, e ainda o Projeto Comunitário Intermunicipal: A Festa, em maio.

O projeto Inventa desenvolve-se numa área geográfica correspondente a 14 municípios, potenciando o desenvolvimento de uma rede de programação ampla, dispersa e inclusiva, num território com uma população de aproximadamente 543.000 habitantes que inclui os seguintes concelhos: Amarante, Baião, Cabeceiras de Basto, Castelo de Paiva, Celorico de Basto, Cinfães, Felgueiras, Lousada, Marco de Canaveses, Mondim de Basto, Paços de Ferreira, Paredes, Penafiel e Resende.

O Inventa é um projeto promovido no âmbito da operação Cultura em Rede – Tâmega e Sousa, sendo cofinanciado pelo NORTE 2020, Portugal 2020 e União Europeia, através do FEDER – Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -