DestaqueBraga - Detenção por crime de incêndio em pavilhão comercial/industrial e furto...

Braga – Detenção por crime de incêndio em pavilhão comercial/industrial e furto qualificado

Relacionados

Santo Tirso: Homem que escondia droga num cofre é detido

A PSP deteve, na passada sexta feira, dia 12 de abril, um homem de 25 anos de idade por suspeita de tráfico de droga...

Paços De Ferreira: Ciclovia que liga Paços de Ferreira a Freamunde é inaugurada

A Câmara Municipal de Paços de Ferreira inaugurou, no passado domingo, 14 de abril, a ciclovia que faz a ligação entre as cidades de...

Paços de Ferreira: Atletas Pacenses destacam-se no Campeonato Nacional

Nos passados dias 4 e 7 de abril, o Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra recebeu os Campeonatos Nacionais de Juvenis, Juniores e Absolutos...

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, com a colaboração da PSP de Braga, deteve, fora de flagrante delito, o presumível autor de um incêndio em edifício comercial/industrial e furto qualificado, ocorridos na freguesia de Nogueira, na cidade de Braga.

O detido, de 39 anos de idade, residente no concelho, próximo do local dos factos, num quadro mais vasto da prática de crimes contra o património, com escalamento e arrombamento, introduziu-se num conjunto de pavilhões comerciais, vindo a praticar furtos no interior dos mesmos.

Neste seguimento, numa área externa de um pavilhão contíguo, acabou por ficar encurralado, onde, horas mais tarde, cerca das 08H15, deflagrou um incêndio que consumiu diverso material combustível.

Não fosse o precoce alerta dado por colaboradores de empresas ali instaladas, com remoção de material combustível lá existente, e a pronta intervenção dos bombeiros, todo o complexo comercial adjacente, constituído por vários pavilhões, estaria em risco de incêndio.

Na altura do combate ao incêndio, veio a ser detetada a presença do indivíduo, com ferimentos, mais tarde detido, o qual terá sido responsável pelos furtos e pela ignição que deu origem ao incêndio.

As diligências realizadas por esta Polícia permitiram a recolha e consolidação de substanciais elementos de prova.

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -