DestaqueMaia – Três arguidos por venda de material de jogo ilegal

Maia – Três arguidos por venda de material de jogo ilegal

Relacionados

Santo Tirso: Homem que escondia droga num cofre é detido

A PSP deteve, na passada sexta feira, dia 12 de abril, um homem de 25 anos de idade por suspeita de tráfico de droga...

Paços De Ferreira: Ciclovia que liga Paços de Ferreira a Freamunde é inaugurada

A Câmara Municipal de Paços de Ferreira inaugurou, no passado domingo, 14 de abril, a ciclovia que faz a ligação entre as cidades de...

Paços de Ferreira: Atletas Pacenses destacam-se no Campeonato Nacional

Nos passados dias 4 e 7 de abril, o Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra recebeu os Campeonatos Nacionais de Juvenis, Juniores e Absolutos...

O Comando Territorial do Porto, através do Subdestacamento da Maia, ontem, dia 5 de janeiro, constituiu arguido um homem e duas mulheres com idades compreendidas entre os 38 e os 68 anos por venda de material de jogo ilegal e apreendeu diverso material de jogo de fortuna ou azar, no concelho da Maia.

WORKIT-12ano

No âmbito de uma ação de fiscalização em estabelecimentos, no concelho da Maia, os militares da Guarda detetaram e apreenderam diverso material de jogos de fortuna ou azar, que se destinavam à venda de potenciais compradores. Durante a ação policial, foi possível apreender o seguinte material:

  • 27 caixas de fichas de poker;
  • 20 baralhos de cartas, contendo diversas fichas de poker;
  • Sete ponteiros laser.

No seguimento da ação policial, foram levantados dois autos de contraordenação, por violação das normas de venda de ponteiros laser.

Os exploradores dos estabelecimentos, foram constituídos arguidos e os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial da Maia.

A GNR relembra que a dependência no jogo é reconhecida como uma patologia, sendo necessário estar alerta aos sinais que revelem a adição do jogador, pois é comum que aqueles que sofrem desta perturbação ponham em risco o seu trabalho, contraiam grandes dívidas, acabando por inviabilizar a sua interação com a sociedade e adotem um comportamento autodestrutivo. É por este motivo, fundamental, uma fiscalização contínua e presente neste âmbito, de forma a sinalizar as pessoas com esta dependência, e punir quem utiliza e explora, de forma descontrolada e dissimulada, este tipo de equipamentos ou promove jogos de fortuna ou azar.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -