DestaqueMunicípio de Paços de Ferreira apresenta projetos para o projeto NORTE 2030

Município de Paços de Ferreira apresenta projetos para o projeto NORTE 2030

Relacionados

Paços de Ferreira: Atletas Pacenses destacam-se no Campeonato Nacional

Nos passados dias 4 e 7 de abril, o Complexo Olímpico de Piscinas de Coimbra recebeu os Campeonatos Nacionais de Juvenis, Juniores e Absolutos...

Protocolo impulsionador do Enoturismo no Douro e Tâmega é assinado

A Associação de Municípios do Douro e Tâmega e a Associação Empresarial de Amarante (AEA) celebraram esta segunda-feira, 8 de abril, após aprovação em reunião...

Paredes: Tribunal altera pena de homem que matou três ciclistas em 2019

O Tribunal da Relação do Porto alterou para prisão efetiva a pena aplicada ao condutor que matou dois motociclistas e feriu um terceiro, na...

O município de Paços de Ferreira apresentou 98 projetos que “vão marcar a vida do concelho durante muitas décadas”. 

A autarquia apresentou à Autoridade de Gestão do NORTE 2030, através da Comunidade Intermunicipal do Tâmega e Sousa, um “amplo, moderno e ambicioso” plano de investimentos de Desenvolvimento e Coesão Territorial, a ser implementado no concelho, na próxima década. Os 98 projetos terão um investimento total superior a 90 milhões de euros e contarão, em parte, com o apoio dos fundos comunitários.

Numa nota de imprensa a autarquia explica que este investimento irá “marcar de forma determinante a vida do concelho nas próximas décadas e nos mais diversos setores, nomeadamente, ao nível social, cultural e económico, dotando o território de excecionais condições para um crescimento sustentável, fixação e atração de pessoas”, pode ler-se em nota de imprensa.

Com estes projetos haverá uma “forte” aposta na mobilidade, dentro e fora do concelho, na descarbonização e na inovação digital e tecnológica do espaço público num total de mais de uma dezena de projetos inovadores, entre eles, a aposta na transformação digital no município de Paços de Ferreira.

Assim, os projetos visam “a desmaterialização total dos processos internos, visa a simplificação de procedimentos em cada processo, promove a melhoria contínua, aumenta a eficiência de tarefas e a redução de custos, promovendo o desenvolvimento de competências dos dirigentes e trabalhadores do município nas áreas tecnológicas, capaz de promover uma mudança organizacional que seja facilitadora de uma prestação de serviços de excelência aos cidadãos e às empresas”.

Uma das maiores apostas será num novo Centro de Inovação da Indústria da Madeira e Mobiliário, a ter lugar na área urbana onde se localiza atualmente a Profisousa. A proposta da autarquia visa a requalificação do espaço público envolvente, nomeadamente do Pavilhão Desportivo Municipal.

No que toca à área ambiental espera-se um “aumento da eficiência do sistema de recolha de resíduos, além da criação de um mecanismo de alerta e intervenção precoce para a promoção do bem-estar e da saúde mental das crianças e jovens do concelho”.

Estes 98 projetos contam em tornar Paços de Ferreira num concelho de “excelência, marcadamente tecnológico, urbano e cosmopolita que atrairá mais pessoas e mais valor”.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -