DestaqueASAE suspende 10 estabelecimentos pela utilização ilegal do certificado de COVID-19

ASAE suspende 10 estabelecimentos pela utilização ilegal do certificado de COVID-19

Relacionados

Paredes: Dois homens com antecedentes detidos por roubo

O Comando Territorial do Porto, através do Núcleo de Investigação Criminal de Penafiel deteve, no passado dia 12 de junho, dois homens de 28...

Santo Tirso: Câmara Municipal alvo de buscas pela PJ

A Polícia Judiciária do Porto realizou, na passada quarta-feira, dia 12 de junho, buscas na Câmara Municipal de Santo Tirso e em três empresas...

AD e PS dividem vitórias nos Concelhos da Região do Tâmega e Sousa

A população europeia, foi, no passado dia 09 de junho, chamada a votar para eleger os assentos no Parlamento Europeu. Na região do Tâmega...

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) realizou uma operação de fiscalização denominada de “Operação Outbreak – Fase II”, onde se focou nos estabelecimentos de restauração, bares e discotecas, com o objetivo de fiscalizar o cumprimento das regras aplicáveis no atual contexto da pandemia da Covid-19.

A ação envolveu 60 inspetores, os quais fiscalizaram 99 operadores económicos e instauraram 41 processos de contraordenação, dos quais 36 estavam relacionados com o incumprimento das regras estabelecidas no contexto pandémico.

Já 16 desses processos foram instaurados pela falta de observância do dever de verificação, por parte dos responsáveis pelos estabelecimentos, do certificado digital de testes COVID-19, 15 clientes por falta de observância do dever de apresentação e detenção de Certificado Digital Covid-19 e cinco por falta de máscara.

No decorrer da operação, a ASAE identificou ainda um individuo pela utilização ilegal de certificado digital da COVID-19, cuja identidade não correspondia ao documento de identificação do utilizador, a fim de iludir o atestado de vacinação completo, tendo sido registado o respetivo processo crime.

Foi determinada, ainda, a suspensão imediata de atividade de dez estabelecimentos pelo não cumprimento das regras definidas no âmbito do atual contexto de pandemia, em operações que contaram com a colaboração da GNR e da PSP.

A ASAE irá continuar a fiscalizar estabelecimentos, a nível nacional, a fim de garantir o cumprimento das regras de saúde pública determinadas pela situação pandémica atual.

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -