19.7 C
Munique
21.4 C
Porto
NacionalGNR desmantelou rede de tráfico de armas do ex-marido da candidata do...

GNR desmantelou rede de tráfico de armas do ex-marido da candidata do Chega à Câmara Municipal de Braga

As investigações decorreram em Braga, Amares, Póvoa do Lanhoso, Felgueiras, Fafe, Santo Tirso, Póvoa de Varzim e Vila do Conde

Relacionados

Conheça os candidatos do Partido Socialista à Câmara Municipal de Paredes

O Partido Socialista de Paredes apresentou a recandidatura de Alexandre Almeida à Câmara Municipal. O recandidato à Câmara Municipal de Paredes tem 47 anos e...

Vereador da Trofa ilibado e ex-líder do Trofense condenado por desviar subsídio

O tribunal de Matosinhos condenou, hoje, o antigo presidente do Trofense, Paulo Melro, por desviar para o futebol profissional subsídios camarários atribuídos ao desporto...

Meia maratona do Porto condiciona o trânsito a partir de sexta-feira

A 14ª meia maratona do Porto irá provocar, a partir de sexta-feira e, até domingo, o trânsito permanecerá condicionado, bem como o estacionamento, em...

O ex-marido e o cunhado de Eugénia Santos, candidata do Chega à Câmara de Braga, foram detidos pela Polícia Judiciária enquanto suspeitos de liderança de uma rede de tráfico de armas de guerra.

De acordo o jornal “O Minho”, o desmantelamento foi realizado esta semana “por operacionais da Secção Regional de Combate ao Terrorismo e ao Banditismo – a unidade de elite da Polícia Judiciária no Norte”.

O JN avançou, na passada quinta-feira, que Luís Lopes, ex-companheiro de Eugénia Santos, “era o líder incontestado da rede de tráfico de armas de guerra, sediada em Braga, que foi desarticulada na região do Minho, com a apreensão de dezenas de armas com calibre proibido, de milhares de munições e mais de 30 mil euros”.

Luís Lopes era conhecido, nos meios noturnos da cidade de Braga, pelas ligações aos ginásios e negócios da segurança privada, tendo como seu lugar-tenente Carlos Osório, irmão do atual marido de Eugénia Santos, José Osório.

A PJ, através da diretoria no Norte, deteve 12 suspeitos de tráfico e mediação de armas, realizou 28 buscas, 25 delas domiciliárias, e confiscou várias dezenas de armas de fogo e milhares de munições.

A megaoperação da PJ apreendeu, entre as dezenas de armas confiscadas, pistolas, revólveres, carabinas, caçadeiras, facas, soqueiras, milhares de munições, detonadores pirotécnicos e quantias em numerário. As investigações decorreram em Braga, Amares, Póvoa do Lanhoso, Felgueiras, Fafe, Santo Tirso, Póvoa de Varzim e Vila do Conde.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido