-3 C
Munique
6.5 C
Porto
NacionalPortugal atingiu o recorde de testagem com 117 mil testes realizados à...

Portugal atingiu o recorde de testagem com 117 mil testes realizados à Covid-19

Relacionados

Valongo – Detido em flagrante por tráfico de estupefacientes

O Comando Territorial do Porto, através do Posto Territorial de Valongo, ontem, dia 25 de janeiro, deteve em flagrante um homem de 23 anos,...

Guimarães – Detenção de suspeito de pornografia de menores

A Polícia Judiciária, através do Departamento de Investigação Criminal de Braga, procedeu à detenção, em flagrante delito, de um homem de 18 anos de...

Música de câmara no Centro de Interpretação do Românico

O Centro de Interpretação do Românico, em Lousada, recebe o quarteto de cordas da Orquestra da Costa Atlântica (OCA), no próximo sábado, 28 de...

Na passada terça-feira, dia 30 de novembro, Portugal alcançou um novo máximo de testes desde o início da pandemia, realizando cerca de 117 mil testes à Covid-19. Este recorde foi registado e divulgado pela task force de testagem, a qual integra o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

Através de um comunicado, o grupo de trabalho para a promoção do Plano de Operacionalização da Estratégia de Testagem para SARS-COV-2 em Portugal lembra que estes dados incluem os autotestes. O número em causa, de acordo com a task force, “reflete o esfoço de testagem levado a cabo em Portugal desde março de 2020”, lembrando que, até agora, o dia de maior número de testes realizados tinha ocorrido a 21 de abril deste ano, com cerca de 98 mil testes.

A 26 de novembro, Portugal já tinha atingido os 21 milhões de testes à Covid-19, destacando que, só no mês de novembro, realizaram-se 1,5 milhões de testes de diagnóstico, com uma média diária a rondar os 50 mil testes.

No que à tipologia de testes diz respeito, foram realizados cerca de 15 milhões de testes TAAN/PCR e, aproximadamente, 6,3 milhões de TRAg de uso profissional (testes de antigénio), totalizando 21,4 milhões.

Desde o passado dia 19 de novembro que os testes rápidos de antigénio, efetuados nas farmácias e laboratórios aderentes ao regime excecional de comparticipação voltaram a ser gratuitos, uma medida que abrange, agora, toda a população e pretende “reforçar a proteção da saúde pública e o controlo da pandemia Covid-19, vigorando até 31 de dezembro”.

A reativação do regime excecional e temporário de comparticipação visa contribuir para a deteção e isolamento precoce de casos, prevenindo e mitigando o impacto da infeção por SARS-COV-2 nos serviços de saúde e nas populações vulneráveis. É ainda necessário para reduzir e controlar a transmissibilidade da infeção e monitorizar a evolução epidemiológica da Covid-19.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido