-1.4 C
Munique
6.7 C
Porto
DestaquePrimeiro Ministro destaca importância de parceria entre empresas e universidades

Primeiro Ministro destaca importância de parceria entre empresas e universidades

António Costa evidencia que a parceria poderá beneficiar o país, uma vez que possibilitará fixar talentos e gerar empregos com melhores remunerações

Relacionados

Cinfães conta com nova unidade de saúde em Nespereira

As novas instalações da Unidade de Saúde de Nespereira, em Cinfães, entraram em funcionamento hoje e servirão 1725 utentes. A Administração Regional de Saúde do...

Felgueiras acolhe oficina de inovação para capacitar tecido empresarial

O Município de Felgueiras avança que, face ao contexto pandémico, que acrescentou grandes adversidades ao tecido empresarial e introduziu mudanças na lógica e comportamento...

GNR e Polícia Municipal de Paredes fiscalizam autocarros e transportes escolares

A GNR e a Polícia Municipal de Paredes procederam a uma ação de fiscalização conjunta aos autocarros e transportes escolares, na Escola Secundária e...

No âmbito da assinatura do contrato de investimento entre a Universidade do Porto, a Bosch Portugal e a Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal (AICEP), no âmbito do projeto de inovação THEIA, António Costa elogiou a iniciativa que classificou como “muito importante”, uma vez que vem a responder “a algumas das questões fundamentais que os portugueses colocam”.

Questões relativas à melhoria dos salários, à manutenção de Portugal de uma geração de excelência formadas nas universidades portuguesas, à competitividade das empresas e ao crescimento exponencial do país, foram respondidas pelo primeiro ministro português com a apresentação desta iniciativa, tida como exemplo, a fim de investir “na qualificação dos recursos humanos, investimento na ciência, na capacidade de inovação e na translação dessa inovação para o tecido empresarial”.

António Costa referiu como importante a “transformação de conhecimento em valor, com produtos e serviços de valor acrescentado que sejam mais competitivos”, sendo que o caminho a seguir pelo país para tornar possível a geração de mais emprego “bem remunerado e que garanta manter em Portugal o talento e esta geração de excelência que o nosso sistema de ensino tem vindo a formar”, evidencia.

O acordo foi realizado na passada terça-feira na Reitoria da Universidade do Porto, representando um valor superior a 27 milhões de euros, visando desenvolver soluções de melhoria ao nível das capacidades sensoriais dos veículos autónomos. Assim, está prevista a integração de 55 novos colaboradores da Bosch e mais de 70 investigadores da Universidade do Porto.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido