0.7 C
Munique
13.5 C
Porto
NacionalTaxa de positividade na testagem a docentes e não docentes permanece reduzida

Taxa de positividade na testagem a docentes e não docentes permanece reduzida

Mesmo em concelhos com mais de 120 casos por 100 mil habitantes, a percentagem é considerada baixa

Relacionados

Sindicato dos Trabalhadores acusa GNR de Paredes de recusar levantar auto de ocorrência na “Varandas de Sousa”

Na passada sexta-feira, quatro trabalhadoras foram impedidas de cumprir o horário laboral nas instalações da empresa “Varandas de Sousa”, na freguesia de Madalena, no...

Detidos por tráfico de droga no concelho de Amarante ficaram em prisão preventiva

A GNR deteve, na passada quinta-feira, cinco homens e três mulheres no âmbito de tráfico de droga no concelho de Amarante. Após estes terem sido...

Iniciativa Liberal instala-se no concelho de Valongo

Decorreu, na passada quinta-feira, no auditório da Junta de Freguesia de Ermesinde, o plenário fundador do Núcleo Territorial de Valongo pertencente à Iniciativa Liberal,...

Após ter sido dado início ao processo de testagem à Covid-19 nos estabelecimentos de educação e ensino do Ministério da Educação, foi registado, durante a semana passada, uma taxa de positividade de 0,1%. De acordo com nota enviada pelo Governo, contabilizam-se “125 caos positivos em mais de 110 mil testes realizados em todo o país”.

A testagem abrangeu todos os trabalhadores docentes e não docentes do setor público e do setor privado “que iniciaram as atividades presenciais a 5 de abril, bem como os profissionais de escolas localizadas em concelho com mais de 120 casos por 100 mil habitantes nos últimos 14 dias” evidencia nota do Governo.

Nos concelhos com maior incidência de Covid-19, a percentagem de casos positivos nos estabelecimentos de educação e ensino foram similares (0,1%), demonstrando que as escolas se têm afiançado como lugares seguros.

Paralelamente à testagem massiva realizada em ambiente escolas, são realizados os testes regulares de saúde pública, de acordo com nota, “nomeadamente aquando detenção de casos positivos, procurando identificar-se e quebrar-se cadeias de transmissão, dentro e fora dos portões das escolas”.

Já os testes providenciados pelo Ministério da Educação, que prosseguem a 19 de abril em conjunto com o retomar das atividades presenciais do ensino secundário, envolvem todos os profissionais da Educação e os alunos do ensino secundário.

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido