29.6 C
Munique
22.8 C
Porto
OpiniãoComemorações

Comemorações

Relacionados

A Festa do Avante!

A Festa do Avante é um evento político-cultural, organizado pelo Partido Comunista Português, que começa na primeira sexta-feira do mês de setembro e tem...

Delinquências juvenis e crimes praticados por jovens …

Raro é o dia em que não se assiste à abertura de telejornais ou à impressão de capas de jornais em que os protagonistas...

Porque não avança a regionalização em Portugal?

O tardar em avançar com a regionalização em Portugal, preceito constitucional plasmado no artigo 255.º da Constituição da República Portuguesa, apenas se deve à...

Ao longo do ano vários são os dias em que se comemoram acontecimentos e efemérides. Também muitos são os dedicados às condições humana, terrena e astral. Aos saberes, às competências e às causas. As várias celebrações têm sido sugestão para a elaboração de textos. Logo o primeiro que se segue sem mote mas com vários destinos. Outros virão depois com sentidos e propósitos bem definidos.

 

Dia de …¹

Será que havemos sempre de ter um dia para tudo?

Dia para nascer, outro para morrer, esses sim são certeza.

Mas porquê um dia para o coração, outro para a mãe,

um outro para o pai e para a criança ainda.

E porque não um para a pureza?

Do amor vivenciado no quotidiano, mesmo na aparente solidão

da presença feita silêncio e ausência. Mas alma cheia de bondade

de querer lutar a renovar juras, crença e vontade,

desejando transformar angústias da profunda imensidão.

E porque não todos os dias procura de felicidade?

Procura de felicidade da qual emergem novas energias

reforçando laços de afeto nos gestos anónimos de sentido.

Mas protagonistas de calor, força e sensualidade

Que, inconscientemente, transmitimos feitas elegias.

E porque não dias todos feitos de liberdade?

Liberdade em percorrer novos caminhos de entrega.

Corpo, mente, razão e emoção, força e fraqueza.

Mesmo que fique a imagem de imensa refrega

que esgota energia e nos faça ficar numa longa moleza.

E porque não todos de amor?

De amor feito de formas indescritíveis

de versões mudas, invisíveis e sem sentido.

Mas plenas de provas bem visíveis

que sentimento assim sempre queremos vivido

¹ Cristóvão Sá-πmenta 

 

O mês de março e em particular o dia 21 é prenhe de celebrações. O Equinócio de Março determina o início da Primavera. Este ano, o Rei Sol determinou que a Primavera “entrou” a 20.

 

Quando vier a Primavera²

Se eu já estiver morto,
As flores florirão da mesma maneira
E as árvores não serão menos verdes que na Primavera passada.
A realidade não precisa de mim.

Sinto uma alegria enorme
Ao pensar que a minha morte não tem importância nenhuma

Se soubesse que amanhã morria
E a Primavera era depois de amanhã,
Morreria contente, porque ela era depois de amanhã.
Se esse é o seu tempo, quando havia ela de vir senão no seu tempo?
Gosto que tudo seja real e que tudo esteja certo;
E gosto porque assim seria, mesmo que eu não gostasse.
Por isso, se morrer agora, morro contente,
Porque tudo é real e tudo está certo.

Podem rezar latim sobre o meu caixão, se quiserem.
Se quiserem, podem dançar e cantar à roda dele.
Não tenho preferências para quando já não puder ter preferências.
O que for, quando for, é que será o que é.

²Alberto Caeiro

 

Agora³

Abre-te, Primavera!
Tenho um poema à espera
Do teu sorriso.
Um poema indeciso
Entre a coragem e a covardia.
Um poema de lírica alegria
Refreada,

E ser antecipada.
Dantes, nascias
Quando eu te anunciava.
Cantava,
E no meu canto acontecias
Como o tempo depois te confirmava.
Cada verso era a flor que prometias
No futuro sonhado…
Agora, a lei é outra: principias,
E só então eu canto confiado.

³Miguel Torga

 

Dia Mundial da Poesia ocorre sempre a 21 de março. Criado na XXX Conferência Geral da UNESCO, em 16 de novembro, de 1999. O propósito deste dia é promover a leitura, escrita, publicação e ensino da poesia através do mundo.

 

Os poemas são pássaros que chegam⁴

não se sabe de onde e pousam
no livro que lês.
Quando fechas o livro, eles alçam vôo
como de um alçapão.
Eles não têm pouso
nem porto;
alimentam-se um instante em cada
par de mãos e partem.
E olhas, então, essas tuas mãos vazias,
no maravilhado espanto de saberes
que o alimento deles já estava em ti…

Mário Quintana

 

A poesia vai acabar⁵  

A poesia vai acabar, os poetas
vão ser colocados em lugares mais úteis.
Por exemplo, observadores de pássaros
(enquanto os pássaros não
acabarem). Esta certeza tive-a hoje ao
entrar numa repartição pública.
Um senhor míope atendia devagar
ao balcão; eu perguntei: “Que fez algum
poeta por este senhor?” E a pergunta
afligiu-me tanto por dentro e por
fora da cabeça que tive que voltar a ler
toda a poesia desde o princípio do mundo.
Uma pergunta numa cabeça.
Como uma coroa de espinhos:
estão todos a ver onde o autor quer chegar?

⁵Manuel António Pina

 

A vida da poesia⁶

Hoje sei como se exprime a vida da poesia
com a sinceridade das emoções linguísticas
com que o mundo devasta e enche as nossas vidas

Aprendi a clareza das imagens fictícias
recolhidas na luz do corpo nu e vivo
entre os golpes orais errante desferidos.

Gastão Cruz 

 

A celebração do Dia Mundial da Árvore ou da Floresta começou a 10 de Abril de 1872, em Nebraska City, Estados Unidos da América. O seu mentor foi o jornalista Julius Sterling Morton, Secretário da Agricultura do presidente Grover Cleveland, que incentivou a plantação de árvores no Nebraska, promovendo o “Arbor Day”. Presentemente, a comemoração é também em 21 deste mês.

 

Árvore, cujo pomo bello e brando⁷

Árvore, cujo pomo bello e brando

Natureza de leite e sangue pinta,
Onde a pureza, de vergonha tinta,
Está virgineas faces imitando;

Nunca do vento a ira, que arrancando
Os troncos vai, o teu injúria sinta;
Nem por malícia de ar te seja extinta
A côr que está teu fructo debuxando.

E pois emprestas doce e idoneo abrigo
A meu contentamento, e favoreces
Com teu suave cheiro a minha gloria;

Se eu não te celebrar como mereces,
Cantando-te, se quer farei comtigo
Doce nos casos tristes a memoria.

⁷Luis Vaz de Camões

 

Plantar uma Floresta⁸

Quem planta uma floresta
Planta uma festa.

Planta a música e os ninhos,
Faz saltar os coelhinhos.

Planta o verde vertical,
Verte o verde,
Vário verde vegetal.

Planta o perfume
Das seivas e flores,
Solta borboletas de todas as cores.

Planta abelhas, planta pinhões
E os piqueniques das excursões.

Planta a cama mais a mesa.
Planta o calor da lareira acesa.
Planta a folha de papel,
A girafa do carrocel.

Planta barcos para navegar,
E a floresta flutua no mar.
Planta carroças para rodar,
Muito a floresta vai transportar.
Planta bancos de avenida,
Descansa a floresta de tanta corrida.

Planta um pião
Na mão de uma criança:
A floresta ri, rodopia e avança.
Luísa Ducla Soares

 

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), a fim de conscientizar pais, responsáveis e governantes sobre a importância de garantir uma boa formação social, educacional e de valores para as crianças, decretou 21 de março como Dia Mundial da Infância.  A data celebra e garante os direitos fundamentais das crianças, para que, no futuro, se tornem grandes cidadãos.

 

Algumas Proposições com Crianças⁹

A criança está completamente imersa na infância
a criança não sabe que há-de fazer da infância
a criança coincide com a infância
a criança deixa-se invadir pela infância como pelo sono
deixa cair a cabeça e voga na infância
a criança mergulha na infância como no mar
a infância é o elemento da criança como a água
é o elemento próprio do peixe
a criança não sabe que pertence à terra
a sabedoria da criança é não saber que morre
a criança morre na adolescência
Se foste criança diz-me a cor do teu país
Eu te digo que o meu era da cor do bibe
e tinha o tamanho de um pau de giz
Naquele tempo tudo acontecia pela primeira vez
Ainda hoje trago os cheiros no nariz
Senhor que a minha vida seja permitir a infância
embora nunca mais eu saiba como ela se diz

Ruy Belo

 

Menino e Moço ¹º

Tombou da haste a flor da minha infancia alada,
Murchou na jarra de oiro o pudico jasmim:
Voou aos altos céus Sta Aguia, linda fada,
Que d’antes estendia as azas sobre mim.

Julguei que fosse eterna a luz d’essa alvorada,
E que era sempre dia, e nunca tinha fim
Essa vizão de luar que vivia encantada,
N’um castello de prata embutido a marfim!

Mas, hoje, as aguias de oiro, aguias da minha infancia,
Que me enchiam de lua o coração, outrora,
Partiram e no céu evolam-se, a distancia!

Debalde clamo e choro, erguendo aos céus meus ais:
Voltam na aza do vento os ais que a alma chora;
Ellas, porém, Senhor! ellas não voltam mais…

¹ºAntónio Nobre

Todos estes dias comemorativos são impressivos, mas, nos dias de hoje têm especial significado o Dia Internacional Contra a Discriminação Racial. Foi criado pela Organização das Nações Unidas (ONU) e celebra-se a 21 de março, em referência ao Massacre de Sharpeville. Em 21 de março de 1960, em Joanesburgo, na África do Sul, 20.000 pessoas faziam um protesto contra a Lei do Passe, que obrigava a população negra a trazer consigo um cartão que continha os locais onde era permitida a sua circulação. Porém, e mesmo tratando-se de uma manifestação pacífica, a polícia do regime de apartheid abriu fogo sobre a multidão desarmada, fazendo 69 mortos e 186 feridos.

¹¹Fonte: Wikipédia

 

Rasgue a exclusão¹²
Rasgue a discriminação
Rasgue o racismo
Rasgue o preconceito
Temos o direito de ser iguais quando a diferença nos inferioriza
Temos o direito de ser diferentes quando a igualdade nos descaracteriza

¹²Heduardo Kiesse

 

Racismo é algo que não aparece… mas é visto.¹³
É algo que não está escrito… mas é lido
É algo que não é gritado… mas é ouvido.
É algo que não é tocado…mas é sentido…
É algo que não é dor… mas é doído.
É algo que apenas
quem viu,
leu, ouviu
e sentiu,
sabe dizer o que
é!

¹³Edenice Fraga

 

Lágrima de preta ¹⁴

Encontrei uma preta

que estava a chorar,

pedi-lhe uma lágrima

para a analisar.

 

Recolhi a lágrima

com todo o cuidado

num tubo de ensaio

bem esterilizado.

 

Olhei-a de um lado,

do outro e de frente:

tinha um ar de gota

muito transparente.

 

Mandei vir os ácidos,

as bases e os sais,

as drogas usadas

em casos que tais.

 

Ensaiei a frio,

experimentei ao lume,

de todas as vezes

deu-me o que é costume:

 

Nem sinais de negro,

nem vestígios de ódio.

Água (quase tudo)

e cloreto de sódio.

¹⁴António Gedeão

 

Este é também Dia Internacional da Síndrome de Down¹⁵ proposto pela Down Syndrom International, porque esta data se escreve como 21/3 (ou 3-21), o que faz alusão à trissomia 21. A primeira celebração do dia teve lugar em 2006 e foi adotada pela Organização das Nações Unidas no seu calendário oficial, sendo comemorada todos os anos em cerca de 193 países.

O objetivo da comemoração é dar voz às pessoas que vivem com a síndrome de Down, combatendo a desinformação e o preconceito com a síndrome. A data serve para destacar que a Síndrome de Down não é uma doença, mas sim uma condição genética, e que ela não impede a vida social normal da pessoa.

¹⁵ Fonte: Calendarr

 

Seguem-se citações extraídas de Mensagens com amor:

 

Riso

Você já reparou como quem tem Síndrome de Down está sempre sorridente? É porque eles sabem a beleza e a felicidade de ser quem são. Sorria para eles também!

 

Ninguém aqui é doente!

Quem tem Síndrome de Down não tem uma doença, eles têm apenas um atraso intelectual. Com um pouco de carinho e uma dose de amor e atenção, eles podem ser mais inteligentes do que qualquer um de nós, afinal, sensibilidade para isso eles já têm de sobra!

 

Oportunidade de aprendizado

Se alguém com Síndrome de Down cruzar o seu caminho nessa vida, aproveite a oportunidade de aprender um pouco mais com alguém cheio de sabedoria. Às vezes, nós só precisamos que o diferente nos ensine como é simples viver!

 

Amor verdadeiro

O amor verdadeiro jamais perderá tempo contando cromossomos. Quem têm Síndrome de Down, antes de qualquer coisa, são pessoas como todos nós, que buscam amor, felicidade e compreensão!

 

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor deixe o seu comentário
Por favor insira o seu nome

- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -
error: Conteúdo protegido