OpiniãoRios abandonados, são rios poluídos

Rios abandonados, são rios poluídos

Relacionados

Porque o PCP é diferente?

Neste artigo abordarei a vida de um militante do PCP nas tarefas partidárias e provar que o PCP é diferente de todos os outros...

Secretário-Geral do PCP no Vale do Sousa e Baixo Tâmega

É com grande orgulho para os comunistas e para os apoiantes da CDU que, no próximo dia 30 de junho, a região do Vale...

As eleições mais importantes do país

Dia 9 de junho temos marcadas as eleições menos populares de Portugal: as eleições para o Parlamento Europeu. Com facilidade se ouvem comentários que...

Sorte temos nós em termos tantos recursos hídricos aqui no Norte Litoral de Portugal. Por todas as terras do Porto abundam ribeiras e rios, que enriquecem a nossa agricultura e mantêm um clima local mais ameno. São estes recursos hídricos que foram desvalorizados durante várias décadas de industrialização da região, com consequências para a biodiversidade e para a saúde da nossa população.

Com uma consciência crescente no que concerne à conservação da qualidade dos nossos recursos hídricos naturais, têm existido iniciativas quer por cidadãos ou pelas autarquias que trazem uma perspetiva de melhorar a biodiversidade fluvial e evitar a poluição. O trabalho conjunto das autarquias é essencial para que os rios e seus afluentes sejam conservados e despoluídos, tal como se tem verificado no Corredor do rio Leça. Só com a implementação destas iniciativas em todos os rios da região será possível garantirmos efluentes sem poluição e com uma biodiversidade crescente.

Perante a importância de evitarmos o abandono dos nossos rios, a aposta financeira é mais do que justificada em meios humanos e materiais. Os Guarda-Rios devem assumir as suas funções de monitorização e conservação. As limpezas regulares de resíduos presentes nas margens e no fundo dos efluentes e a monitorização da qualidade da água são outras ações que exigem investimento das autarquias, que facilmente obtêm retorno.

Um rio em bom estado é um postal de boas-vindas de qualquer território. Para além de atrair pessoas de fora do local, também providencia condições saudáveis para os habitantes próximos e para quem usufrui dos recursos hídricos para as suas plantações e para uso doméstico. Quantas pessoas passeiam todos os dias nas margens do rio Douro? É inquestionável que um rio abandonado não irá atrair nada de bom, ao invés, um rio cuidado e preservado atrai a atenção das pessoas e desenvolve Natureza e atividades económicas.

Caro leitor, não abandone o rio que é de todos, inclusive seu! Participe em atividades de limpeza e seja um defensor dos meios hídricos no seu estado natural.

Hugo Ribeiro

Elemento da Comissão Política Distrital do Porto do PAN

Elemento da Comissão Política Concelhia de Valongo do PAN

- Publicidade -
- Publicidade -
- Publicidade -spot_img

Últimos Artigos

- Publicidade -